Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Ato homenageia Mujica e pede liberação da maconha e do aborto

O Minhocão, na região central de São Paulo, foi palco de uma manifestação na tarde deste domingo em apoio ao governo do presidente uruguaio José Mujica e em favor da liberação da maconha e do aborto. Segundo os organizadores do ato, batizado de “O Uruguai é aqui”, a ideia era “prestar uma homenagem aos avanços” relacionados à liberdade civil dos cidadãos no país vizinho.

Participaram grupos como Desentorpecendo a Razão (DAR), Marcha da Maconha SP, Fuzarca Feminista (núcleo da Marcha Mundial das Mulheres), Liga Brasileira de Lésbicas, Associação Cultural Canábica de São Paulo (Acuca) e Centro de Convivência É de Lei/ResPire Redução de Danos.

Ao menos seis carros da Polícia Militar e da Guarda Civil Metropolitana acompanharam o ato. Os participantes também cantaram hinos contra a violência policial, e, mais tarde, fizeram casamento coletivo de casais homoafetivos, com um beijaço na sequência.

O Uruguai já oficializou o casamento entre pessoas do mesmo sexo e legalizou a maconha e o aborto, direitos civis que o Brasil ainda não conquistou. “O protesto serve para marcar essa contraposição entre os avanços deles e os que ainda buscamos”, disse a jornalista Gabriela Moncau, 24 anos, ativista da Marcha da Maconha SP.

Para a ativista, ainda que no Brasil tenha havido “avanços importantes sobre a discussão da liberalização da maconha”, o debate sobre as outras drogas ainda precisa ser difundido. “Mesmo o aborto é algo que o Uruguai já avançou muito mais que aqui, onde as igrejas, sobretudo as evangélicas, e as bancadas religiosas no Congresso não permitem que o debate avance”, lamentou.

Via Terra / Agência Brasil

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

pessoas


Curte nossa nova página no Facebook

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here