Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Na busca de enfraquecer o narcotráfico, o governo uruguaio planeja isentar de impostos a produção e venda de maconha garantindo o preço baixo, que variam entre 85 centavos e 1 dólar o grama, preço comparável ao do praticado no mercado negro com a erva paraguaia. As informações são da Reuters via Estadão

Ideia é garantir que os preços continuem baixos o suficiente para minar a concorrência do produto contrabandeado do Paraguai

O Uruguai planeja isentar de impostos a produção e venda de maconha para tentar assegurar que os preços continuem baixos o suficiente para minar a concorrência do produto contrabandeado por traficantes desde o Paraguai, de acordo com consultores que aconselham o governo no plano de legalização.

O Congresso uruguaio aprovou em dezembro uma lei que permite o cultivo e a venda de maconha no país, com o objetivo de tirar o negócio das mãos dos criminosos.

“O objetivo principal não é a arrecadação de impostos. Tudo tem que ser voltado para enfraquecer o mercado negro”, disse Felix Abadi, um consultor que está desenvolvendo a estrutura tributária para a maconha no Uruguai. “Então, nós temos que ter certeza de que o preço será baixo.”

O Uruguai vai conceder até seis licenças para a produção de cannabis legalmente nas próximas semanas. O governo também está considerando o cultivo de maconha em um terreno controlado pelos militares para evitar o tráfico ilegal da planta.

Enquanto cigarros e bebidas alcoólicas são tributados pesadamente no Uruguai, o comércio oficial da maconha irá operar virtualmente livre de impostos, disse Abadi. No Uruguai não há necessidade de um decreto ou lei para isentar um produto de impostos.

O presidente José Mujica assinou um decreto que define os detalhes da nova política neste mês. Segundo o documento, os uruguaios poderão comprar até 10 gramas de maconha por semana em farmácias, por preços que variam entre 85 centavos e 1 dólar o grama, preço comparável ao do praticado no mercado negro.

País agrícola de 3,3 milhões de pessoas, o Uruguai ganhou destaque com a lei de maconha defendida por Mujica, um ex-guerrilheiro marxista de 78 anos cujo estilo de vida modesto e reflexões filosóficas fizeram dele uma estrela da mídia internacional.

Ilustração Carlos Latuff para o Opera Mundi

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

pessoas


Curte nossa nova página no Facebook

Não há comentários ainda, seja o primeiro a comentar!