Informação é da 119ª pesquisa CNT/ MDA, divulgada na quarta-feira (20); que aponta apoio de 62,6 % da população. As informações são da Agência CNT.

A liberação da maconha para uso específico medicinal ou terapêutico é aprovado pela maior parte da população, segundo a 119ª Pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta quarta-feira (20), pelo site da CNT. Conforme o levantamento, 62,6% dos entrevistados apoiariam a medida, contra 35% que se dizem contrários. Outros 2,3% não sabem ou não responderam.

No entanto, a descriminalização total da maconha é desaprovada pela maioria: 78,9% são contrários, contra 19,3% que se dizem favoráveis a uma alteração na legislação que permitira o livre uso da droga.

A Pesquisa ainda perguntou aos entrevistados sobre interrupção da gravidez. Deles, 53% afirmaram ser favoráveis em pelo menos uma de cinco situações apresentadas no questionário: em qualquer circunstância; em caso de estupro; em caso de feto anencéfalo (com má formação do cérebro e da calota craniana); em caso de gravidez; em caso de risco à vida da mãe. Outros 45,4% se disseram contrários ao aborto, independentemente da circunstância.

Além disso, 51,5% das pessoas ouvidas no levantamento concordam que o aborto poderia ser incluído nos procedimentos oferecidos pelo SUS (Sistema Único de Saúde), legalizado e gratuito. Os que são contrários à medida somam 46%.

Discriminação
Em relação à discriminação no Brasil, 90,8% consideram que o problema ainda existe no Brasil. Entre esses, 61,5% disseram já ter presenciado casos da prática. Além disso, 45,3% consideram que a raça seja o principal motivo de discriminação no Brasil, seguido por classe social (22,2%), orientação sexual (21,7%) e religião (9,2%). Para 8,2% dos entrevistados nesta edição da Pesquisa CNT/MDA, não há discriminação no país.

Dados da pesquisa
Registrada no TSE sob o número BR – 00389/2014, a 119ª Pesquisa CNT/MDA entrevistou 2.002 pessoas em 134 municípios de 24 Unidades Federativas das cinco regiões. A margem de erro é de 2,2%.

Clique aqui para ver a íntegra do levantamento.

Foto de Capa: Marcha da Maconha SP 2014 via Revista semSemente