É de conhecimento público que a ANVISA somente andou com a regulação da cannabis para pesquisa e produção de medicamentos graças a pressão social, mas ainda estamos longe de uma situação adequada.

  • O processo de autorização previsto para 7 dias, demora mais de 20 dias.
  • O desembaraço aduaneiro, ainda apresenta sistematicamente problemas!
  • Estamos aguardando a regulação para produção nacional há quase 2 anos… e NADA ainda.

Não ficamos parados e…
No dia 15 de Maio nos(1) reunimos com o novo Ministro da Saúde Gilberto Occhi, momento em que tivemos a oportunidade de apresentar o cenário da regulamentação da cannabis medicinal no Brasil, fizemos alertas sobre as dificuldades das famílias e a perigo da interferência negativa política no processo.

Falamos também sobre o fato da regulamentação estar parada na esfera política da ANVISA, que a equipe técnica apresentou a proposta para a regulação em Julho de 1017 e, desde então, nada aconteceu sobre esse assunto.

No dia seguinte, 16 de maio, O Ministro Gilberto Occhi chamou o Presidente da ANVISA Jarbas para conversar e, como consequência dessa reunião, na mesma semana recebemos uma excelente notícia em evento com a Participação do Jarbas.

Leia também:  Presidente do Uruguai diz que voltará atrás se maconha ficar fora de controle
Participantes da Reunião – Neila, Renan, Norberto, Ministro Occhi, Guete, Leandro e Dr. Faveret

Nos dias 18 e 19 de Maio a APEPI promoveu no Museu do Amanhã o seminário internacional sobre cannabis medicinal, nesse evento o Diretor Presidente da ANVISA Jarbas Barbosa afirmou que em 30 dias, no máximo, colocaria na pauta da reunião de diretoria colegiada a regulamentação do plantio da cannabis no Brasil para uso medicinal e pesquisa que, segundo o próprio presidente, estava parado na diretoria do diretor Renato Alencar Porto.

Passados 2 meses, o Diretor Jarbas está saindo da ANVISA e aparentemente cedeu às pressões políticas e interesses financeiros, ESQUECENDO as palavras de apoio às famílias.
Tenho cobrado quase diariamente a ANVISA nessas duas últimas semanas sobre o andamento do processo de regulamentação, mas nada de concreto ou positivo surgiu.

Aproveito esse artigo para enviar algumas perguntas ao Diretor Renato Alencar Porto:
1) Quanto vale para você a qualidade de vida dos nossos filhos?
2) Quanto vale para você 1 ano de atraso para o Brasil?

Às vezes eu nao durmo direito, preocupado com a situação e desespero das famílias, espero que os diretores da ANVISA também não, por serem eles os responsáveis direto por esse sentimento e pelo atraso.

Leia também:  Polícia para quem precisa?

Espero que os gestores públicos tenham a consciência da responsabilidade dos cargos públicos que ocupam e tenham sempre em mente que o ser humano deve vir em primeiro lugar.

Renato Alencar Porto afirmo aqui, diretamente para voce, que não existe explicação que possa justificar estar sentado a mais de 1 ano sobre o processo de regulação e não ter feito absolutamente NADA, você é o responsável direto sobre a situação, pela indignação da sociedade, pelo impacto negativo desse atraso na vida das nossas crianças…

Precisamos mostrar para os diretores da ANVISA que a qualidade de vida dos nossos filhos não é moeda política de negociação e espero encontrar na próxima pauta de reunião da ANVISA a regulamentação do plantio sendo apresentado para conhecimento e contribuição da sociedade.

Vamos TODOS cobrar juntos, pois nossa força vem do amor!

Liguem para a ANVISA 0800 642 9782
http://portal.anvisa.gov.br/ouvidoria
ou mandem email para a Diretoria do Renato Porto em: regulação@anvisa.gov.br

#PenseNisso

Escreva seu comentário

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here