por que a musica fica tao interessante quando fumamos
Créditos imagem: Grasscity Forum
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Na história, a arte sempre esteve à frente do progresso social. Isso também diz respeito ao uso de drogas. Diversos artistas sempre gostaram de substâncias que alterassem a consciência, mesmo que apenas a relativizasse. É o caso da maconha, tão difundida nas artes e, atualmente, envolvida em um intenso debate mundo afora. Pesquisas recentes têm explicado por que a música torna-se tão interessante quando fumamos, e os resultados são intrigantes.Resultado de imagem para cantores fumando

Além de filosóficos, a música também traz efeitos físicos. Estes, embora amplamente conectados, variam de acordo com a tonalidade, volume, ambiente e movimentação corporal. E, como a maconha altera a recepção dos estímulos externos, a percepção da música torna-se diferente, também.

Com uma diminuição no estresse físico e psicológico, a cannabis abre espaço ao melhor trabalho da mente em conjunto com a musicalidade. Com menos estresse, as tendências à distração tornam-se menores. Não é a melodia se tornando melhor, é a experiência tornando-se diferente. Há uma conexão entre a melodia e o raciocínio/reflexão.

Leia também:  Usuários de maconha fazem mais sexo? Entenda!

Apesar de a ciência ter mostrado que os elementos simples da cannabis (THC ou CBD) não terem eficácia direta no tratamento de doenças específicas, são estes os elementos que levam a diferentes experiências musicais. Um tipo da planta induz a uma experiência, enquanto outro – com uma concentração maior ou menor de tais elementos – levam a outra.

Quando sóbrio, o cérebro filtra diversos estímulos externos. Abrindo as portas da percepção, a maconha leva, a quem a utiliza, a oportunidade de uma experiência com mais estímulos à tona. Isso quer dizer que, sob efeito da erva, abrem-se espaços para diversos novos sons (até então imperceptíveis), podendo – frequentemente – serem vistos até nas cores. Consequentemente, a introspecção musical torna-se muito maior.

Leia também:  Acabou: Cypress Hill estava ao vivo agora na madruga!

Com maconha, os níveis de dopamina – hormônio que atua diretamente no controle do movimento, memória e prazer – fluem mais. A música também faz isso. A combinação entre as duas é uma verdadeira recompensa ao cérebro.

A musicalidade é uma dádiva. Após uma dose maconha, pode-se tornar uma experiência completamente introspectiva. Isso quer dizer que os sentidos de poesia e literatura vêm às raízes. Sem dúvidas, o papel da planta na história da música foi (e é) de suma importância.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here