Proposta do Bloco de Esquerda prevê legalização de clubes de cultivo, que poderão ser frequentados por maiores de idade. Instalações deverão estar a mais de 300 metros de estabelecimentos de ensino. As informações são da DN Portugal.

O Parlamento de Portugal aprovou por unanimidade a medida que pode legalizar o cultivo de maconha para consumo pessoal e institui associações sócios culturais dedicadas à pratica.

Segundo o texto do projeto de lei, os referidos clubes canábicos poderão apenas ser frequentados somente por maiores de idade e associados. Os ‘clubes sociais de canábis’ são associações de consumidores sem fins lucrativos e já existem na Espanha, Bélgica, Suíça e Uruguai. Nas instalações, que deverão estar a mais de 300 metros dos estabelecimentos de ensino, são proibidos o consumo e a venda de bebidas alcoólicas, assim como a prática de jogos.

Acesse e confira como é a proposta dos clubes sociais de canábis para consumo pessoal.

Bê-á-bá dos Clubes Sociais de CanábisOs clubes sociais de canábis são associações de consumidores sem fins lucrativos e já existem em Espanha, Bélgica, Suíça e Uruguai. Por proposta do Bloco, o parlamento discute esta semana a sua criação em Portugal. Vê aqui como funcionam.

Posted by Esquerda Net on Quarta, 22 de abril de 2015