Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Na California há uma novidade para os pacientes que possuem prescrição médica uso medicinal. Agora eles poderão ter mais uma alternativa para o tratamento médico. Cada lata de refrigerante inclui 45 miligramas de THC, sendo vendida por 7 dólares.

A indústria da maconha como alternativa medicinal está crescendo. A novidade agora são as bebidas infundidas com cannabis. O produto está disponível para usuários da droga na Califórnia, e foi desenvolvido como uma opção para quem não gosta da fumaça que o cigarro com a erva produz, ou não quer consumir as calorias que acompanham os alimentos à base da substância.

Os drinks podem ser tomados em forma de refrigerante ou água gaseificada que são fabricados com o THC (tetra-hidrocarbinol), a principal propriedade psicoativa da maconha. Mas apenas pessoas que possuem prescrição da erva medicinal na Califórnia poderão ter acesso ao produto.

Leia também:  #SUG8: Luiz Bassuma causa polêmica sobre uso da palavra no início do 5º debate sobre maconha

A empresa responsável pela sua produção já informou que há previsão de lançamento em outros estados para 2018. Além disso, mais variações de coquetéis também devem chegar, incluindo versões com café e chá. Cada lata de refrigerante inclui 45 miligramas de THC e são vendidas por US $ 7.

Soda de maconha custa US$ 7

Benefícios para saúde

Para pacientes que foram estão sendo submetidos a tratamentos mais agressivos beber a substância é supostamente mais fácil do que fumar ou comer. Para Michael Lewis, CEO da Sprig, empresa que fabrica a bebida, afirmou que os produtos de sua companhia ajudaram os pacientes com câncer que usam maconha a combater os efeitos colaterais da quimioterapia.

Ele disse que funciona para essas pessoas porque o consumo é mais fácil. “Eles gostam do produto porque é um líquido”, afirmou, explicando que pode ser difícil para eles consumir alimentos sólidos. Lewis acrescentou que o produto também ajudou as pessoas a dormir.

Leia também:  Site faz perfil de usuário de maconha no Brasil

Atualmente, nos Estados Unidos, a legalização da droga é liberada em 30 estados além da capital, Washington.

A substância contém duas propriedades principais que estimulam os endereços nervosos denominados endocannabinoides: THC e CBD. De uma forma simples, a CBD relaxa os músculos enquanto o THC induz uma resposta psicótica, a famosa “brisa”.

Entre as doenças que há comprovação da eficácia da maconha em seus tratamentos, e que os pacientes californianos com prescrição médica poderão consumir a bebida estão o glaucoma, Aids, dores crônicas, náuseas provocadas pela quimioterapia, inflamações como úlceras, esclerose múltipla e epilepsia.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here