Nesse ano que passou, cresceram brotos de descriminalização da erva por todo o mundo, tanto para o uso medicinal como para o recreacional. Os debates em torno do assunto também aumentaram, assim como as pesquisas sobre os efeitos medicinais da planta.

No Brasil, infelizmente, a regulamentação ainda está a passos largos de acontecer. Apesar dos esforços empregados por grupos de pesquisadores, coletivos antiproibicionistas e apoiadores da causa, nossos governantes não demonstram nenhuma disposição para mudar a atual lei de drogas falha e falida. A única mudança almejada por nossos governantes é uma alteração a toque de caixa com o PLC de exceção 37/2013 repleto de obscuridades.

Para alertar a sociedade e mostrar ao proibicionismo que o ativismo e, em especial, os maconheiros não estão dormindo apesar dos olhos cerrados, montamos uma “Retrospectiva Sativa” do Ativismo em 2013. Confira!

Janeiro  

Ras Geraldinho 17 jan

“Defender a liberdade religiosa é, na verdade, defender a manifestação de todas as crenças”.

O Ano de 2013 começou no agito da defesa da liberdade de um líder religioso e suas crenças, O Ras Geraldo Coptic. Os 15 dias que anteciparam o seu julgamento foi de grandes manifestações na internet convocando a todos a comparecem no dia 17 de janeiro na porta do Fórum em Americana/SP.

 

 

SNI DA MACONHA

O SNI da Maconha

O Advogado da Marcha da Maconha, Dr. André Barros, chama a atenção para o Projeto de Lei 7663 de 2010, de autoria do Deputado Federal Osmar Terra do PMDB/RS, que tem a desfaçatez de ressuscitar o SNI, criando um capítulo com o seguinte título: SERVIÇO NACIONAL DE INFORMAÇÃO SOBRE DROGAS.

 

 

Maria Antonia

O Facebook e a vitória do preconceito

O ano mal começou e o facebook limou por desculpas furadas, mas com grandes chances de ser devido ao tema, a página “Apologia à Cura” que foi bloqueada, no dia 09, e excluída dias depois. O caso de Maria Antônia não foi o primeiro e infelizmente nem o último.

 

 

Descriminaliza STF

STF: DESCRIMINALIZA A MACONHA! RE 635659

Em 2013, a causa mais importante da luta pela legalização da maconha seria o Recurso Extraordinário – RE 635659, mas o ano se foi e no aguardo ficamos. Mesmo não entrando na pauta de 2013, a pressão não pode parar, não podemos ser esquecidos por mais um ano.

Toda manifestação é essencial, por isso o Advogado da marcha da maconha, Dr. André Barros, ainda ressalta em tempos a assinatura da petição para a descriminalização do cultivo caseiro de maconha. Acesse aqui e assine a petição //bit.ly/ervalivre

 

 

Ras Gealdo 17 jan

Julgamento e manifestação em prol do Ras Geraldinho e a liberdade religiosa

Após ter seus bens sequestrados pela justiça de Americana, Ras Geraldinho foi julgado no dia 17 de janeiro e, mesmo após três testemunhas de defesa e uma de acusação serem ouvidas, a sentença foi adiada por 30 dias. Da manifestação, apenas 30 manifestantes compareceram ao ato.

 

 

Aniversário de Sp

“SP 459: Aniversário da intolerância e preconceito”

O aniversário da cidade de São Paulo foi o melhor momento para chamar a todos para a Marcha da Maconha 2013, que ocorreu em maio. No viaduto do Chá a mensagem estampada numa faixa foi sustentada até a chegada da truculenta CGM. A faixa foi apreendida, mas o recado foi dado.

 

 

300 mil

300 Mil Maconheiros na Roda 

Após completar 2 anos de existência (25/jan), o maior grupo de maconheiros já visto atinge a marca de 300 mil membros debatendo, informando, sequelando e brisando unidos em prol da erva sagrada!

 

Fevereiro 

PIR

Pot in Rio II – O maior evento sobre a cultura da maconha no Brasil

Uma mansão, muita maconha, personalidades nacionais e internacionais, além de muita informação e cultura no maior evento sobre a erva no Brasil, realizado no dia 02 de fevereiro no RJ, o ativismo baforou mais uma vez na cara do proibicionismo que maconheiro unido vai longe… o que antes era impossível em 2013 teve sua segunda edição e que venha o PIR 2014!

 

 

Carnaval Libertario

Carnaval Libertário do Planta na Mente 

Chega a ser suspeito dizermos que adoramos e temos muito orgulho do Planta, o primeiro bloco carnavalesco do Rio de Janeiro a levantar a bandeira da legalização da maconha. O Bloco Planta na Mente é a face foliã-ativista da causa canábica. No dia 13, uma quarta-feira de cinzas, o bloco desfilou em cortejo, empunhando instrumentos, vozes insubordinadas e plantando mais uma semente de paz nessa guerra ultrapassada. Da Escadaria Selarón até os Arcos da Lapa e desta vez atrás do bloco foi até quem é careta.

Viva o Carnaval Libertário do Planta na Mente!

 

Março

 

hempadao 4 anos
4 anos de muita larica de informação

O Blog que sempre chega matando a Larica de informação sobre o mundo canábico comemorou, no dia 01/03, 4 anos de muita presença, ativismo, informação e diversão! Em 2013, com uma nova roupagem, fortaleceu em muito o ativismo nacional. Parabéns a toda Equipe do Hempadão pelos quase 5 anos de blog no ar.

 

 

Panfletagem Informativa SP

Panfletagem informativa | Maconha – Auto cultivo e religião.

No dia 03 de março, em SP, foi realizada a panfletagem informativa do “Movimento pela legalização do auto cultivo de Maconha e pela liberdade religiosa”, ao lado do elevador do MASP. A realização foi feita pelo blog Maconha Medicinal e ativistas antiproibicionistas.

 

 

Vozes da Guerra

Vozes da Guerra

“Vozes da Guerra” é um curta-metragem documentário resultado do projeto realizado pela Vatatá Produções e vencedor do Curta Criativo de 2011 que foi lançado, no youtube, dia 04 de março.

 

 

INCA

Justiça autoriza registro do Instituto da Cannabis, em Florianópolis

Uma vitória para o ativismo do sul do país, a entidade foi criada, em 2007, por universitários da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) para fazer pesquisas sobre a maconha.

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina autorizou o registro em cartório do Instituto da Cannabis (InCa), em Florianópolis. O TJ negou o recurso do Ministério Público, que alegava apologia de crime. Na decisão da Justiça foi imposto que a sigla escolhida mude, já que é a mesma do Instituto Nacional do Câncer (INCA), “para evitar constrangimentos a este”.

 

 

sobre a responsabilidade de quem fuma

Sobre a responsabilidade de quem fuma

O prazer de fumar maconha está diretamente ligado à responsabilidade que precisamos ter em relação à ela. No primeiro de muitos textos, o nosso colunista, o buddie Fábio Chap ressalta a importância de sermos um maconheiro consciente, respeitando os limites, promovendo o uso consciente e buscando formas interessantes de debater o uso e a legalização. Vamos atingir o objetivo assim que antigas ideias forem quebradas. É com gente informada, consciente e educada que quebraremos todo e qualquer preconceito que tenham com nós: os pacíficos e orgulhosos consumidores de MACONHA.

 

Abril

 

ATO CONTRA INTERNAÇÃO COMPULSÓRIA

ATO CONTRA INTERNAÇÃO COMPULSÓRIA

Os movimentos antiproibicionistas do Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília foram às ruas no dia 02 de abril no Ato Contra a Internação Compulsória. O ato contra o desastroso projeto de Lei do Deputado Osmar Terra (PMDB) foi realizado nas três capitais explanando a nossa indignação e repúdio a mais esse retrocesso e ataque aos usuários de drogas e aos setores mais desprivilegiados de nossa sociedade.

 

 

jc

Lançamento Jornal Canábico

O projeto é idealizado por um grupo de ativistas de Niterói, no Rio de Janeiro, os mesmos produtores do documentário Vozes da Guerra, lançado em 04 de março. A galera que faz o JC brota quinzenalmente com uma nova edição e todas as sextas com o “Giro de Notícias” em parceria com o Blog Maryjuana. É fato que a vinda do Jornal Canábico “agregou todo valor” ao ativismo, não só carioca, mas a nível nacional.

 

 

não vá a marcha

Não vá na marcha da maconha.

Buemba Buemba, um texto de polêmica que convoca para a marcha da maconha, mas de uma forma inteligente, pelo nosso colunista Fábio Chap! 

(…)”Então, se você tá afim de gritar ‘hey polícia, maconha é uma delícia’ não vá na marcha da maconha. Sugiro você tentar gritar isso dentro do DP. Melhor, vá gritar isso no Playland. Lá haverá outras pessoas com a sua idade mental. Já, se você concorda que ainda há muito a ser discutido, está com a cabeça evoluída e munido de argumentos, será muito bem-vindo nas marchas que acontecem por todo o Brasil.”(…)

 

Maio

 

Cid 2013
Congresso Internacional Sobre Drogas – CID 2013

Drogas em Brasília! Só que desta vez não foi apreensão nem escândalo no Congresso. De 03 a 05 de maio a capital do país foi palco do primeiro Congresso Internacional sobre Drogas: Lei, Saúde e Sociedade, que debateu o presente, na ocasião, e o futuro das nossas políticas de drogas.

Confira todos os vídeos gravados no congresso, pelo canal CID 2013 no Youtube

O congresso contou com a presença de ex-chefes de estado, agentes do governo, criminalistas, neurocientistas, psiquiatras, psicólogos, antropólogos, sociólogos, médicos, comunicadores, educadores, cultivadores e usuários de drogas. Entre os destaques da lista de participantes, estava o ativista pela legalização da maconha nos EUA Ethan Nadelmann. CID 2013 rendeu um rico debate, com uma ampla variedade de pontos de vista acerca do tema.

 

 

MM 2013

Maio Verde: aberta a temporada das MARCHAS DA MACONHA 2013

O ano de 2013 foi mais do que agitado no mundo canábico, foi um ano de vitórias, mas no Brasil ainda estamos distantes dela, porém a cada marcha ou ato é realizada uma aproximação da sociedade à realidade falha e falida das políticas contra às drogas.

Todas as vitórias do mundo canábico desse ano e dos que passaram foram graças ao ativismo que nunca se cansa de lutar, pois, se foi um ano de vitórias, também foram anos de muita luta pela descriminalização da planta com as marchas que aconteceram durante todo ano. Em solo nacional foram quase cinquenta Marchas da Maconha realizadas bravamente e espalhadas por todo o território: Brasília/DF, Campinas/SP, Rio de Janeiro, Belo Horizonte/MG, Cuiabá/MT, Teresina/PI, Natal/RN, Aracaju/SE, Atibaia/SP, Niterói/RJ, Presidente Prudente/SP, Recife/PE, Campo Grande/MS, João Pessoa/PB, Juiz de Fora/MG, Nova Iguaçu/RJ, Porto Alegre/RS, Vitória/ES, Salvador/BA, Santa Maria/RS, Curitiba/PR, Fortaleza/CE, Foz do Iguaçu/PR, Blumenau/SC, São Gonçalo/RJ, Florianópolis/SC, Rio das Ostras/RJ, Olinda/PE, Balneário Piçarras/SC, Petrópolis/RJ, São Paulo, Balneário Camboriú/SC, Jundiaí/SP, Caxias do Sul/RS, Manaus/AM, São Caetano do Sul/SP, Guarulhos/SP, Bauru/SP, Linhares/ES, Mossoró/RN, Araguari/MG, Santa do Livramento/RS (Marcha Binacional), Parque das Nações Indígenas em Campo Grande/MS.

 

 

gr 11 anos
GROWROOM COMEMORA 11 ANOS FAZENDO MUITA FUMAÇA!

Em um belo dia de sol, em um sítio perto de São Paulo, o Growroom comemorou seu aniversário de 11 anos com os maiores cultivadores e ativistas do Brasil. Um evento onde ativismo, cultivo e alegria estiveram presentes. 

 

 

50 mil curtidas

Uma Vela para cada curtida – 50 mil na fan page

É com muito gosto e orgulho que toda Equipe #SmokeBud agradeceu, no dia 16, as mais de 50.000 curtidas na fan page!

Juntos vamos ultrapassando barreiras e semeando informação, que na boa parte a sociedade não enxerga ou prefere não ver, além de explanarmos a atual situação no mundo canábico e, gritando pela LEGALIZAÇÃO DA ERVA em terras brasileiras, vamos rumo à Legalização do Gererê!

 

 

4do20 projeto growroom

A ESPERANÇA GANHA FÔLEGO ÀS QUATRO E VINTE

No dia 20/04, por sinal uma data sugestiva, o Growroom divulgou uma proposta de Projeto de Lei que regulamenta a cannabis no Brasil. E abriu o texto para críticas e sugestões. A iniciativa vem dos Consultores Jurídicos da casa que, mais uma vez, tenta promover a evolução da legislação brasileira para acabar com paradigmas sociais que, atualmente, refletem negativamente nos usuários recreativos e medicinais da erva.

 

 

queda sb

E a repressão cai sobre o #Sb 2 vezes em menos de 24 horas.
HOLD… HOLD… HOLD…

É isso mesmo e pode acreditar, pois a repressão também chegou até a gente e com grande pesar comunicamos no dia 22

a exclusão involuntária da maior roda de maconheiros já existente nas redes sociais.

Foram mais de dois anos rindo, se estressando, acalmando, aprendendo, informando, quebrando muito preconceito, muito tabu e compartilhando as emoções de tudo que vivenciamos dentro do nosso mundo canábico com mais de 350 mil membros.

Quem disse que isso seria motivo pra desistirmos? Desistir? Essa palavra não existe em nosso vocabulário doidão. Criamos o grupo na versão “SmokeBud 2.0″ e em 14 horas tivemos o segundo desaparecimento do grupo nacional sem qualquer explicação, seja ela por meios judiciais, policiais ou até pelo próprio facebook. Porém como maconheiro é paciente, a administração do #Sb prontamente abriu o ” SmokeBud Resistência”, inclusive já insinuando que RESISTIREMOS o quanto for necessário! 

 

 

condenaram ras geraldo

Criador da 1ª igreja rastafári é condenado por plantar maconha

A primeira igreja rastafári do Brasil está vazia. Seu fundador, Ras Geraldinho (designação religiosa de Geraldo Antonio Baptista), 53, deve passar os próximos 14 anos preso por tráfico de drogas. A sentença é resultado dos 37 pés de maconha – que o líder rastafári cultivava para uso religioso – encontrados pela Guarda Municipal de Americana em agosto de 2012 na sede da igreja, numa chácara da cidade a 127 km de SP. 

Junho

 

Ala das manifestações

Ala da Legalização da Maconha na Copa das Manifestações – “HEI, POLÍCIA! VINAGRE também É UMA DELÍCIA!”

Os antiproibicionistas do Rio de Janeiro engrossam as manifestações contra o aumento das passagens, pelo passe livre (Tarifa Zero) e contra a violência policial e criminalização dos protestos populares. Convocaram todos os defensores da nossa pauta libertária para manifestarem juntos no dia 20 de abril, na “Copa das Manifestações”. Não foram “meros 20 centavos”, lutava-se por ampliação de direitos, pela paz e pela liberdade. Os mega-eventos foram uma tentativa de levar o debate para as ruas, em um momento que não deveria, mas passou despercebido da população. A legalização das drogas engloba saúde, educação, segurança pública e direitos individuais.

 

 

Ativismo Divino

Ativismo de Deus – Pastores e líderes evangélicos criam manifesto favorável à descriminalização das drogas no Brasil 

Manifesto favorável à descriminalização dos usuários de drogas no Brasil foi divulgado por pastores e líderes evangélicos no Seminário Teológico Betel. O documento, assinado por mais de 100 lideranças, propõe a construção de uma nova política que regule o consumo de entorpecentes, tratando a questão sob o viés da saúde pública e não do sistema penal.

 

 

Maria Lucia Karam

Por que legalizar as drogas?

“Se drogas são ruins, a guerra às drogas é muito pior. Então pra proteger a vida é preciso legalizar e consequentemente regular a produção, o comercio e o consumo de todas as drogas.” 

 

 

nota publica plc

Nota pública contra a urgência na tramitação do PLC 37/2013 que altera a Lei de Drogas

No mês em que os protestos tomaram conta das ruas do Brasil, diversas entidades foram a público, através de um abaixo assinado para exigir a retirada do caráter de urgência na tramitação do PLC 37/2013, sendo fundamental a atuação responsável dos senhores congressistas, bem como do Executivo, fazendo valer seu anunciado compromisso de escuta e diálogo democrático.

 

 

sativa lover

“Pode abraçar seu filho, dona Zilpa!!!!” Sativa Lover está nos braços de sua mãe

A mensagem de “Liberdade Sativa Lover” correu o Brasil, e no dia 30 a revista semSemente teve a felicidade de anunciar uma vitória, embora parcial, de todos aqueles que lutam para que cessem as prisões injustas e insanas.

 

 

legalike
Legalike

Para encerrar o mês bonito, brotou uma flor no jardim do ativismo nacional, mesmo estando em terras gringas, Bruna Gomes lançou o TV Legalike, nós do #Sb trocamos uma ideia com ela no Papo Cabeça e claro acabamos por abraçar a ideia de coração. Bruninha está de recesso resolvendo seu regresso para o Brasil e em 2014 promete muita novidade.

Julho

Pedro Bial Na Moral

Pedro Bial acompanha Marcha da Maconha de Nova Iguaçu

E as marchas vão rolando pelo Brasil a fora, o ativismo e a Marcha da Maconha de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, contaram com a presença Global de Pedro Bial e seu Programa “Na Moral”. O Protesto não foi ao ar no programa, mas foi fundamental para o debate sobre as drogas realizado no mesmo.

 

Agosto

Campanha da agasalho

Campanha do Agasalho, Maconheiro é Sangue Bom!

Pelo 2º ano, membros de coletivos antiproibicionistas do RJ lançaram a ação e saíram na Madruga, pelas ruas do RJ levando atenção, carinho, roupas e alimentação aos moradores de rua e, o principal, lembrando que eles existem e não são excluídos. As doações foram realizadas na primeira quinzena de setembro.

 

 

Me Governa Mujica

PEPE MUJICA PARA “PRESIDENTE” DO RIO DE JANEIRO

Me Governa Mujica – Insatisfeitos com a gestão e toda repressão do governo “Cabalesco” do RJ, os cariocas se uniram e foram às ruas lançar a pré-candidatura do presidente Uruguaio José Pepe Mujica ao governo do Rio em 2014. Uma manifestação divertida repleta de assuntos sérios, gritos contra o PLC-37 (Lei da Internação Compulsória), pela Votação do RE 635659 (Descriminalização das drogas), pela liberdade do Ras Geraldinho e de todos os cultivadores presos e pela desmilitarização da PM.

 

 

ato pelo fim da guerra as drogas

ATO Pelo FIM DA GUERRA ÀS DROGAS e LIBERDADE de RAS GERALDINHO

A semana foi de gritos de Liberdade. No último dia 14 completou um ano a prisão de Ras Geraldinho e aos quatro cantos – Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo e Florianópolis – foram realizados atos exigindo o fim da Guerra às Drogas e a Liberdade do Ras.

Nos dias 17 e 18, aconteceu a vigília pela Libertação de Ras Geraldinho, que após um ano de injustiça carrega uma condenação digna a grandes políticos e juízes corruptos, mas nunca para um Líder Religioso que teve a sua liberdade individual e religiosa violada.

 

 

capa fp

2 anos em “um dois”! Catch a Fire – II ano da Fan Page do Sb

Diariamente, sem pular um dia, estamos com vocês [no formato Fan Page e agora no site] e durante os dois anos percorridos criamos um compromisso de sempre buscarmos notícias que envolvam a maconha, explanando a sua cultura, usos, leis e ativismo para regulamentação de uma planta que a sociedade ainda enxerga com grande preconceito.

O aniversário é nosso, mas os parabéns é para todos que criam coragem e ajudam muito a propagar informações sobre a erva em cada curtida e compartilhamento feito! Lembrando que no dia seguinte (26) todos ficaram lauriando no SmokeBud ao som de LA FIRMA BRASIL. 

 

 

alagoanos debatem

Alagoanos debatem legalização da maconha

A discussão em torno da legalização, liberação e descriminalização da maconha despertou interesse e provocou o debate entre os alagoanos. O Coletivo Marcha da Maconha Maceió organizou um evento (31/08) que aproximou a sociedade do assunto. Aliado ao tema, o coletivo também debate a desmilitarização da polícia e a política antidrogas.

 

 

Gago

 

Tirinhas Politicamente Incorretas

No dia 31 de agosto, no Rio de Janeiro, o ativismo foi explanado em forma de tirinhas maroladas na exposição “Toda Roda Tem” de um buddie muito talentoso, o Gabriel Alencar que é responsável pela coluna mais chapada da internet, a Toca do Gago – Tirinhas Politicamente Incorretas. A exposição ocorreu durante o evento Junkie Session ed: De volta para o retorno.

 

Setembro

 

 

conversas canabicas

Conversas Canábica

Mais um programa na cena Canábica chegou fortalecendo a rede! Dessa vez quem põe a cara e explana é a galera de São Paulo com o programa quinzenal “Conversas Canábicas”.

 

 

a pauta n pode ser esquecida

Proibição das Drogas: a pauta que não pode ser esquecida – RJ

O dia 7 de setembro foi marcado por manifestações em todo o Brasil e um tema importante, para a Nação Brasileira, que não pode ser negligenciado é a Proibição das Drogas. Organizado pelos coletivos antiproibicionistas do Rio de Janeiro que fortaleceram o coro no bloco do Grito dos Excluídos.

 

 

II COPA

Copa da Marofa no Rio de Janeiro

Em 7 de setembro de 2013, em uma cidadezinha tranquila do Rio de Janeiro, rolou a segunda edição da Copa da Maconha que contou com a presença de cerca de 150 pessoas entre competidores e entusiastas da medicina sagrada. A Copa da Maconha, realizada no Rio de Janeiro, teve sua primeira edição em 28 de abril de 2012 e trouxe competidores e juízes de várias partes do Brasil e do exterior.

 

 

ii semana canabica

II Semana Canábica de Santos e Região

O evento foi organizado pela Marcha da Maconha Santos e reuniu muito ativismo, informação, debates, cultura e entretenimento em Santos e Região.

 

 

repudio procon bh

Marcha da Maconha BH entrega ao Procon de Contagem nota de repúdio à censura

Uma diretora de uma escola mineira vetou o uso de bonés e camisetas com a imagem da erva ou qualquer outra imagem que a relacione. A partir do ocorrido, o Procon de Contagem/MG abriu guerra aos comerciantes e consumidores, cerceando um direito que, inclusive, o ministro do STF, Celso de Mello, já nos assegurou.

 

Outubro
 

tarja preta

Um Salve para Tarja Preta

A Tarja Preta é uma revista independente lançada em 2004, publicando desde então sete edições com grandes nomes do quadrinho underground nacional, sendo em suas páginas que nasceu o Capitão Presença, o herói maconheiro que sempre salva.

Matias Maxx e cia, atendendo aos pedidos dos fãs, lançam campanha crowdfunding para custear o projeto de lançamento da coletânea de quadrinhos “Tarja Preta Volume I” que reúne as três primeiras edições da revista. A campanha atingiu seu objetivo e o álbum psicodélico foi lançado em dezembro para delírio de antigos leitores e novos fãs.

 

 

prisão cala rás

Penitenciária proíbe líder da “igreja da maconha” de dar entrevistas

A repressão não tem limites no Brasil, Ras Geraldinho, condenado a 14 anos de prisão por cultivar maconha para fins religiosos, foi impedido de ceder entrevista à Uol que tinha autorização da Justiça para realizar a entrevista, mas não conseguiu passar pela intolerância da Secretaria da Administração Penitenciária em Iperó.

 

 

tt amsterdan

Projeto Torrando em Amsterdam – Torrando com Tomazine #98 e #100

O vlogueiro canábico mais explanado lançou um projeto para cobrir a Cannabis Cup 2013 em Amsterdam, que rolou de 24 a 28 de novembro e no melhor estilo colaborativo, a inteira foi feita e o projeto “Torrando em Amsterdam” partiu para terras holandesas.

 

 

cine massa

Coletivo organiza Cine Massa em Recife 

O Coletivo Antiproibicionista PE organizou um Cine Debate onde foram exibidos filmes e levantados debates sobre a atual política de drogas e a violência policial como forma de enfrentamento.

Novembro
 

MaconhaBras

Maconhabras, por que não?

O começo de novembro veio florido, a Universidade Federal de São Paulo criou um grupo de estudo multidisciplinar para analisar e discutir novidades sobre a maconha, liderado pelo pesquisador Elisaldo Carlini, pioneiro em pesquisas sobre Cannabis sativa no Brasil.

 

 

seiva roxa

Coisa Fina para sonorizar o ativismo nacional! 

Na primeira quinzena de novembro o ativismo ficou “CoisaFina” com o lançamento do álbum Seiva Roxa, projeto confeccionado pelos dedos de resina do ativista Daniel Disaró – o Vela 420 – com o qual inclusive desenrolamos uma ideia num Papo Cabeça.

 

 

fumegando verde

Atibaia Fumegou Verde

De 10 à 17 de novembro, foi realizada a semana Canábica alterando a consciência dos proibicionista em Atibaia. O coletivo antiproibicionista Alterando a Consciência levou para Atibaia o maior evento canábico da região. Uma semana de informação e cultura canábica, que contou com diversos ativistas e profissionais que apresentaram uma nova maneira de se tratar o problema da guerra às drogas que acarreta tantos problemas sociais no Brasil.

 

 

Maconha e consciencia negra

A MACONHA E O DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

(…)Toda cultura negra foi criminalizada no Brasil: o candomblé, o jongo, o samba, a capoeira e o hábito de fumar maconha, trazido pelos negros da diáspora dos degredos africanos. Os portugueses incentivavam a produção de cânhamo para fazer velas e cordas para as caravelas. Então, não foi a produção que foi perseguida, pois, se voltada para a navegação, no Brasil, era até incentivada, mas sim a cultura de fumar o cachimbo da paz. A raiz desse ódio está no bojo do racismo e do preconceito contra toda a cultura dos negros(…)

 

 

novembro verde sta maria

Novembro Verde em Santa Maria – RS

E a galera do Sul brotou, chegando com tudo, em uma semana Canábica realizada na última semana de novembro. A organização da Marcha da Maconha de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, convocou a todos para uma semana regada de muita informação, debates, cinema, show e claro muito grito pela legalização da maconha.

 

 

cinco

Renato Cinco explana o uso da maconha medicinal em sessão plenária na Câmara do RJ

O grande e ilustre Renato Cinco, militante e vereador do Psol-RJ, explanou o uso medicinal da maconha, na sessão plenária da Câmara do RJ. Aproveitou e explicou o motivo da escolha do dia 27 de novembro para o Dia Nacional pela Legalização da Maconha e Combate ao Câncer, além de dar uma aula, em um discurso destacando os benefícios medicinais da maconha e como a política proibicionista prejudica os pacientes que poderiam utilizar a cannabis como remédio.

 

 

27 de novembro

DIA NACIONAL PELA LEGALIZAÇÃO DA MACONHA E COMBATE AO CÂNCER

Para reafirmar o caráter medicinal da maconha, os coletivos antiproibicionistas de diversas partes do Brasil (18 cidades) convocaram a todos a participarem dos atos que ressaltaram a legalização da maconha, inclusive para fins medicinais no combate contra o câncer, além de manter sempre viva a brasa pela luta da legalização da erva. O que antes era uma discreta movimentação apenas no Rio de Janeiro, no ano de 2013 se alastrou feito erva pelo Brasil a fora. Com quase 20 cidades o movimento ganhou o país.

 

 

nenhuma pesquisa com cannabis no brasil

Nenhuma pesquisa com cultivo de Cannabis acontece no Brasil

O Ativismo está estreitando o caminho e perdendo o medo, demonstrando que maconheiro não é burro e nem passa o tempo todo de olhos fechados. Questionados sobre as pesquisas realizadas no Brasil com maconha, a Coordenação de Produtos Controlados da ANVISA informou, em 28 de novembro de 2013, através do Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão, que não há em seus cadastros nem um registro de solicitação de autorização para o cultivo de Cannabis no Brasil, desde 2005.

 

Dezembro
 

amanecer verde brasil

Amanecer Verde América Latina

Enquanto tramitava no senado uruguaio e após a Marcha da Maconha Binacional, surgiu a proposta do Coletivo Princípio Ativo e demais participantes de realizar o “Amanecer Verde América Latina”, inspirado no ato realizado pela Coordinadora Nacional Por La Regulación de La Marihuana. A ideia é cobrir os principais pontos da cidade de Porto Alegre com intervenções artísticas, folhas, faixas e cartazes pedindo a regulamentação da maconha, tal como ocorreu no Uruguai.

 

 

Haze Brasil

Haze Brasil 

Fazendo a ligação Brasil x Argentina, desembarca no Brasil (06/12) a Haze Brasil, mais uma publicação especializada na erva danada, ops sagrada, mais uma arma munida de muita cultura e informação contra a luta proibicionista entorno da maconha brotou no dia 06 em solo nacional . Lembrando que o ativismo conta desde 2012 com a versão impressa da revista semSemente, lançada na marcha da maconha de SP, no ano de 2012.

 

 

Uruguai é aqui

Uruguai é Aqui – SP

No dia 8/12, o Minhocão de SP recebeu a manifestação pela legalização da maconha, do aborto e do casamento igualitário no Brasil. A ideia do evento é comemorar a legalização da maconha, do aborto e dos direitos homoafetivos no Uruguai e reunir militantes das respectivas causas para mobilização.

 

 

copa gr 2013

Copa Growroom 2013

No dia 07 de dezembro, Porto Alegre recebeu de pulmões abertos a Copa Growroom. A Copa serviu de palco para a matéria da “Tv Folha”, com uma reportagem admirável sobre o assunto. Batizado de “Baseado em que?”, o vídeo trouxe entrevistas com usuários e cultivadores, incluindo William Lantelme, o fundador do Growroom, também falaram com o advogado Emilio Figueiredo, assessor jurídico do GR, o delegado Orlando Zaccone, membro do LEAP (Agentes da Lei Contra a Proibição) e com o psiquiatra Luiz Fernando Tófoli, entre outros.

 

 

Como Alcool e Tabaco

Como o álcool e o tabaco, o Brasil deveria analisar uma regulação similar 

“Regulate Marijuana as Alcohol“

Para darmos um passo além do proibicionismo “Osmareiro” com sua PLC37 e partirmos para uma regulamentação inteligente, o ativista André Kiepper elaborou um Projeto de Lei de regulação, com base nas Leis Federais n° 8.918/94 e 9.294/96 que regulam as bebidas (incluindo as alcoólicas) e a publicidade de cigarros, bebidas alcoólicas e medicamentos no Brasil. O modelo do PL criado utiliza os argumentos recém-aprovados na regulação do Uruguai e do Colorado, adaptando ao padrão legislativo brasileiro. A estratégia de uma regulação similar à do tabaco e álcool para a maconha foi a que os Estados do Colorado e Washington utilizaram para ganhar apoio da opinião pública.

 

 

cearenses debatem legalização

Cearenses discutem sobre legalização da maconha

O jornal Tribuna do Ceará conversou com um usuário, um ativista do Coletivo Plantando Informação a favor e um delegado contrário a descriminalização da erva.

 

 

ceia dos excluidos

Ceia dos Excluídos: Força, Fé e Esperança 

Fim do ano chega e maconheiro que é sangue bom organiza a Ceia dos Excluídos. Em seu terceiro ano podemos dizer que já é tradição!

Derrubando o estigma social acerca do maconheiro, desde 2011, os coletivos antiproibicionistas, no Rio de Janeiro, organizam um ato que tem uma grande importância para aqueles que são a parcela mais infeliz da população, os moradores das ruas muitas vezes vítimas diretas das drogas brancas e legais! Este ano o evento foi realizado também em BH.

 

Enfim, para mudar a atual situação de nossa lei de drogas, junte-se ao coletivo da sua cidade (caso não tenha, crie um) e engrosse o coro por uma nova política de drogas mais digna e eficaz em 2014.

Agradecemos em especial a todos os envolvidos no ativismo, aos nossos colaboradores que ajudaram a confeccionar cada postagem realizada e em tempos nos desculpamos se esquecemos de algo, afinal também fumamos!

Um 2014 Legalize para todos, repleto de muito verde, paz, amor e positividade!

Retrospectiva da cena canábica em 2013 produzida por Dave Coutinho e Joel Rodrigues.