Essa semana Rita Lee publicou um pequeno desabafo no Facebook explicando que não está mais tão afim do verdinho. Se liga.

Vale lembrar que Rita é 100% contra a criminalização da Maconha. Fato é que 2012 um vídeo postado no Youtube mostrou discurso feito por Rita em Aracaju um pouco antes de ser presa. Enfurecida com o modo com a polícia estava tratando o público, a cantora xingou os policiais de “cachorros” e “filhas da puta” e ainda pediu um “baseadinho” para a plateia.

“Eu tenho direito de falar, esse show é meu, esse show é minha despedida do palco. Não tem que agredir, seus cachorros, coitado dos cachorros, cafajestes. Vocês estão fazendo de propósito. Eu sou do tempo da ditadura. Vocês pensam que eu tenho medo, porra? Eu sou mulher, tive três filhos, tenho marido. 67 anos. O que vocês vão fazer? É isso que vocês querem? Chamar atenção? É horrível, eu tenho paranoia desse tipo de coisa. Por quê? Eu queria saber. Cadê por escrito que vocês têm que fazer isso? Cavalaria aqui não. Não vou esperar, esse show é meu. As pessoas estão esperando eu cantar, não vocês. Seus filhos da puta, agora vem me prender. Por causa de um baseadinho, é isso? Cadê o baseadinho para eu fumar aqui agora?”