De passagem no Brasil para apresentação única em SP, os integrantes do lendário grupo californiano de rap foram ao The Noite, do apresentador e comediante Danilo Gentilli. Os “Locos en el cocos” falaram sobre a vinda ao país, carreira, brigas, música, mercado da legalização e sobre a qualidade da maconha brasileira.

Na noite de terça, o SBT ficou mais esfumaçado. O motivo? Duas lendas do rap californiano e integrantes de um dos mais influentes e canábicos grupos do mundo da música estavam presentes no palco do programa The Noite, do apresentado e comediante Danilo Gentilli. Ninguém menos que B-Real e Sen Dog, do Cypress Hill – em passagem pelo Brasil para um exclusivo em terras paulistanas.

Com o decorrer do programas os assuntos esquentaram: entre outros assuntos, B-Real e Sen falaram sobre as vantagens da legalização quando falamos em mercado:

“Washigton, no Colorado, teve um efeito positivo na economia [com a legalização]. Impostos arrecadados, criação de empregos. Também aconteceu em outros dois estados que legalizaram. Um dos maiores mercados de crescimento é o setor de maconha”

E sabia que o Cypress foi banido do programa Saturday Night Live para todo o sempre? “Toda banda que vai ao programa toca duas músicas, um sucesso e uma outra canção. Tinha planejado cantar normalmente a primeira música. Mas a segunda música, faríamos como o The Who e iríamos destruir as mesas de som, a bateria e depois iríamos fumar uma vela lá no meio”, conta B-Real. O final você confere aí no vídeo:

Algumas coisas são certas: B-Real tinha um baseado prontinho no bolso, Sen Dog realmente gosta de cachorros e que a dupla é muito mais que apenas baseados acessos, ela é cheia de informação.

  • Bruno Silva

    Esses caras são fodas.