Até agora, a Copa do Mundo está sendo amarga para o Uruguai. A seleção teve a sua primeira baixa logo na chegada ao Brasil, na última segunda-feira, quando autoridades sanitárias do Brasil apreenderam 39 quilos de doce de leite trazidos pela delegação de Cavani, Suárez,  Forlán, Lugano e companhia.

Sem o doce de leite, a seleção do país que recentemente regulamentou a maconha fez feio em sua estreia na Copa do Mundo, em Fortaleza, e registrou a primeira zebra da competição ao perder por 3 a 1 da Costa Rica, no Castelão. As informações são da Reuters Brasil.

Não foram problemas táticos, nem o formidável ataque da Costa Rica. A derrota uruguaia por 3 x 1 em sua estreia na Copa do Mundo pode ter outra explicação: falta de doce de leite.

As autoridades sanitárias do Brasil confiscaram um carregamento desse doce trazido pela equipe uruguaia na bagagem para a Copa.

Após a chegada da equipe no aeroporto de Confins (MG), perto do centro de treinamento da equipe uruguaia em Sete Lagoas, os inspetores sanitários encontraram 39 quilos de doce de leite com a delegação.

“O doce de leite precisa de uma documentação sanitária para poder entrar no Brasil”, disse à Reuters um fiscal do Ministério da Defesa no aeroporto.

“Será liberado quando apresentarem a documentação”, acrescentou. “Se não, podem retirar na volta.”

O doce de leite é extremamente popular no Uruguai, equipe que chegou à Copa com alta expectativa mas decepcionou em sua partida de estreia.

A equipe de Luis Suárez e Edinson Cavani enfrentará a Inglaterra na quinta-feira na Arena Corinthians, em São Paulo, e encerra a participação no Grupo D em 24 de junho contra a Itália.