Sempre recebemos perguntas, do tipo “Qual site confiável para comprar sementes?”

Eu te digo agora, absolutamente nenhum! Enquanto usuários que escolhem o cultivo caseiro, para não sustentar o tráfico de drogas, continuarem sendo enquadradas como traficantes, não há segurança.

Veja o caso do Engenheiro Civil de 32 anos, preso acusado de tráfico de drogas após a polícia receptar uma “remessa” de sementes (Repare bem que eles não dizem o tamanho dessa tal remessa) encaminhada pelos Correios que veio da Europa.

Onde está a coerência disso?
Como um Engenheiro Civil de 32 anos que cultivava somente 9 pequenas plantas pode ser enquadrado como traficante ?!

É assim que os recursos públicos são porcamente investidos, investigações de meses para prender um usuário que não da dinheiro ao tráfico.

O primeiro passo para uma mudança pode ser a simples assinatura, na petição que pede a Descriminalização do Cultivo de Cannabis Para Consumo próprio.

A notícia está no G1

A Polícia Federal em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, prendeu nesta quarta-feira (25) um engenheiro civil de 32 anos por tráfico de drogas. A investigação começou quando a polícia interceptou uma remessa de sementes de maconha encaminhada pelos Correios vinda da Europa.

Na tarde desta quarta (25), os policiais fizeram uma operação de busca no apartamento do investigado e encontraram nove pés de maconha, uma pequena quantidade da droga, sementes importadas da Europa, restos de cigarros queimados, além de uma balança de precisão, adubos e defensivos agrícolas utilizados para o plantio.

Segundo a polícia, o que chamou a atenção foi a forma de cultivo. Os pés de maconha estavam em vasos em uma estufa, com aquecedores e umidificadores de ar dentro do apartamento do investigado, no Centro de Chapecó.
A estufa estava equipada também com ar condicionado, controle de umidade e luz especial. O detido foi recolhido no Presidio Regional de Chapecó. Os pés de maconha serão incinerados.

  • Anderson Jaulino

    Agora eu me pergunto, porque um traficante de drogas iria ter um tratamento “caro” para as plantas sendo que seria para a venda. Logico que o engenheiro era consumidor somente, e a G1 faz esse caso parecer algo totalmente ilegal.

  • desde quando semente canabis possui THC que é a substância proibida pela anvisa.

  • roberto

    além de uma balança de precisão…
    Se isso não for para tráfico desculpe, então não sei.
    Ou, todo usuário tem balança de precisão kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Maxadinho

      Assim como nosso corpo tem uma medida de calorias as plantas tbm tem que ter uma medida de nutrientes, a balança é nescessaria sim, pois eu não vou chegar e colocar uma pá cheia de NPK direto na planta, de acordo com o desenvolvimento da planta eu tenho que medir pra mais ou pra menos então a balança se faz necessária.

  • cannabico

    Roberto, se você não sabe da balança de precisão, pelo menos guarde pra você esse comentário “nao sei pra que então” ou “Ou, todo usuário tem balança de precisão kkkkkkkk” .
    Não, nem todo usuário tem balança de precisão. Todavia, eu tenho, e não trafico, uso pra saber quanto minha planta produziu pra comparar com outras safras.
    Pense no quanto esse seu comentário pode alimentar a “distorção” já feita pelo G1

  • Erik Reis

    Infelismente o rapaz teve azar, mas acredito que comprar semente da europa nao é furada nao, eles tem as melhores especies e ainda manda em embalagem discreta, foi apenas alguns casos q deram merda, mas ainda sim bem raros.

  • carlão

    aí roberto, a minha véia tem uma balança de precisão novinha em casa… ela é traficante?

  • Rodrigo

    Ser pego com 9 plantas mais uma balança de precisão fica difícil não se enrolar…já ouvi de um amigo advogado que com no máximo 2 plantas não tem como ser acusado de tráfico.
    Convenhamos…usuário não tem balança de precisão em casa.

  • Raphael

    Não costumo comentar aqui, mas dessa vez não consegui me segurar.

    1º Cultivo indoor num apartamento para tráfico, com todos os equipamentos caros que ele usava não é muito lógico. Ainda mais se tratando de um engenheiro de 32 anos (o cara não é ignorante). Ele só queria fumar uma erva de qualidade.
    2º O cara compra semente da Europa e cultiva de uma forma completamente cuidadosa para traficar ? Acho que está para nascer um traficante que cuide tanto da droga que vai vender. E traficante gosta de dinheiro, não de droga, ou seja, traficante vende, não fuma.
    3º Todos os usuários não possuem uma balança de precisão em casa. Tem gente que fuma um baseado um dia, aí vai fumar outro dali duas semanas… Qual a utilidade da balança ? Mas quem cultiva sua própria erva, é lógico que precisa de uma balança para ter um controle sobre sua colheita.
    4º O salário de um engenheiro aqui no Brasil e em qualquer lugar do mundo está excelente. Acho que as vendas de maconha mensais teriam que ser numa quantidade muito grande para os lucros serem maiores ou iguais a um mês de salário de um engenheiro. Dá para perceber que não é o caso do nosso amigo em questão, visando o tamanho dos pés da erva que foram apreendidos e dos 3 meses de investigação em cima do cara.

    Bom, qualquer um, até o mais ignorante que habita nesse planeta chegaria às conclusões que cheguei. Mas não, eles preferem deter um engenheiro usuário de maconha que ajuda no crescimento do país e ocupar o espaço do real traficante que está rindo ao ler essa notícia.
    A “viseira de cavalo” é maior do que eu imaginava…

  • Gabriel

    É claro que somente um usuário iria dispor de um equipamento tão caro pra cultivar sua erva, por três motivos óbvios o primeiro que o jardineiro quer uma colheita de melhor qualidade pra fumar, o segundo por que se ele fosse traficante não iria querer encarecer o processo de produção, e por fim o terceiro motivo ele não teria tempo pra equilibrar duas atividades completamente diferentes como Engenheiro Civil e traficante!

  • Raulisson Miranda

    O “incinerar” que dizem é fumar a maconha do cara, é uma sacanagem isso !