Atlantis está marcando presença nas redes sociais para superar concorrente Silk Road, maior referência em comércio ilegal

A Deep Web tem suas partes sombrias, com comércio ilegal de drogas e armas, e isso não é novidade. Entretanto, uma das principais páginas de vendas de produtos ilícitos está fazendo um esforço para deixar de se esconder nos confins da rede profunda e passou a anunciar seus serviços no YouTube e redes sociais como Facebook e Twitter.

A Atlantis Marketplace tenta apostar no público da web comum para fazer frente à já estabelecida e famosa Silk Road. Entretanto, obviamente, a página não pode chegar à superfície da rede, ou as negociações seriam interceptadas.

O vídeo postado no YouTube, que despreza os termos de serviço da página, conta a história fictícia de Charlie, que recentemente mudou de cidade e não conseguia mais achar um lugar para comprar suas drogas, mas conseguiu encontrá-las no Atlantis Marketplace.

Ao fim da propaganda, é mostrado o endereço da Atlantis Marketplace, acessível apenas para quem utiliza o navegador especial Tor. Eles até dão as instruções de como baixá-lo e configurá-lo para acessar a Deep Web. O serviço baseia-se em Bitcoins e Litecoins para realizar as transações de forma sigilosa e sem intervenção das autoridades.

Trata-se de uma estratégia ao menos ousada, quando comparada à da principal concorrente, a Silk Road, que não depende de nada além do boca-a-boca e referências na Hidden Wiki, o principal site que cataloga endereços da Deep Web.

Assista o vídeo ~ //migre.me/fcP9z

Fonte: Olhar Digital / UOL
//migre.me/fcP1o

1044277_609504509074510_65311981_n