Categorias
Cinema e Televisão

CBD & Meditação: Kim Kardashian comemora a chegada do seu 4° filho com cannabis

No sábado, os famosos amigos e familiares de Kim Kardashian e Kanye West se reuniram para celebrar a chegada do seu quarto filho com um chá de bebê estilo Kardashian. A celebração de uma das famílias mais poderosas dos Estados Unidos foi postada no instagram e ganhou destaque na mídia tradicional por se tratar de uma barriga de aluguel e também pela temática da cannabis.

Além disso, a diva revelou que o bebê que nascerá em maio, é um menino, no entanto, ela e Kanye ainda não decidiram um nome para ele. Essa não é a primeira vez que a família de Kim Kardashian tem filhos através da gestação por substituição ou popularmente conhecida como barriga-de-aluguel, onde há um acordo em que uma mulher aceita engravidar com o objetivo de engendrar e dar à luz uma criança a ser criada por outros. Chicago West, o caçula da família também foi gerado por uma barriga de aluguel.


“Kim e Kanye tinham um embrião masculino e ficaram emocionados que funcionou. Ela sempre quis ter quatro filhos, e sendo dois meninos e duas meninas, é perfeito. Eles ficaram muito felizes com a primeira experiência e estão muito gratos por ter mais um bebê”, contou uma fonte do E! News.

No encontro temático “CBD & Meditation” realizado na casa do casal, cada participante recebeu um kit Yeezy (com cannabis) e participou de um banho de sol com mediação ao lado de algumas plantas de maconha, também teve uma brincadeira com sugestões para o nome do bebê. O neném deve nascer em maio e assim como Chicago West, o caçula da família também está sendo gerado por uma barriga de aluguel.

“Então, porque eu estou em pânico e o bebê está chegando, tipo, duas semanas, eu pensei que melhor maneira de comemorar seria ter um pouco CBD”, disse a seus convidados. Na celebração estavam a manager, Kris Jenner e a irmã Kourtney Kardashian, bem como Chrissy Teigen, Paris Hilton, Larsa Pippen, Jen Atkin e E! estrelas Olivia Pierson e Natalie Halcro.

Depois do chã, Kardashian West refletiu sobre o chá de bebê, dizendo aos fãs e seguidores no Instagram Story: “Ontem eu tive meu chá de bebê CBD! Obrigado a todos que celebraram o #4 bebê conosco. Foi perfeito!”

View this post on Instagram

Kim’s CBD baby shower yesterday!

A post shared by Kim Kardashian Updates (@kimkardashiansnap) on

Em novembro de 2017, a família Kardashian jogou um lindo chá de bebê cheio de flores de cerejeira antes do nascimento do terceiro filho da Kardashian West, Chicago, por meio de um substituto.

“Ok, pessoal, [isso é] meu chá de bebê para o bebê número 3”, disse Kardashian West no Snapchat ao lado de vídeos que documentam as decorações elegantes. “É uma linda floresta de chá e flor de cerejeira.”

Dica do leitor: Dan Novaes. Valeu Dan!

Categorias
Cinema e Televisão Curiosidades

Netflix: Documentário sobre a história da influência da maconha na música e a guerra as drogas

A Netflix lançou no último 4/20 o documentário Grass Is Greener (A grama é mais verde), no Brasil chamado Baseado em Fatos Raciais, que mostra como a maconha se tornou combustível para o jazz e o hip-hop, e também o estopim de uma guerra contra as drogas baseada na injustiça racial. Este documentário analisa a complexa relação dos EUA com a maconha. Vale muito a pena ver!

Dirigido e narrado pela lenda do hip hop, Fab 5 Freddy (Fred Brathwaite) que foi apresentador da MTV e conta a relação da música com a maconha. Como surgiu os primeiros músicos que defenderam a maconha no jazz, até hip hop e a maconha.

O documentário tem depoimentos de nomes importantes que levantaram a bandeira da legalização há mais de 30 anos, Snoop Dogg, Cypress Hill, Run DMC e Damian Marley.

 

Categorias
Cinema e Televisão Mundo Canábico

Fantástico: Maconha e CBD viram febre nos Estados Unidos e gera polêmica

Após decisão do Congresso americano no fim de 2018, várias lojas que vendem a substância surgiram. Dá para encontrar CBD em comidas e bebidas. Mas nem sempre realmente existe a substância indicada, é o que diz a matéria do Fantástico deste domingo 15/04/2019.

A onda verde está dominando os Estados Unidos. Por todo país, é possível encontrar estufas com milhares de pés de cannabis e até mesmo empreendedores brasileiros que estão extraindo o CBD e criando produtos industriais. No entanto a matéria que tenta a todo momento separar Maconha do CBD na reportagem aborda algo surpreendente, explica que com o avanço do mercado, agora também há produtos que estão sendo lançados por empresas mal intencionadas e sendo vendidas como se o CBD fosse parte dos ingredientes, ou seja seria um comestível medicinal de canabidiol. É o caso de um “cookie” e um “carro de comestíveis de maconha” que está na rua e até mesmo de outros tantos produtos que você irá ver.

Além do enfoque para as três letrinhas (CBD) estarem estampadas em diferentes produtos – doces, bebidas, cremes, óleos. Os repórteres Tiago Eltz e Lucas Louis também mostraram a polêmica por trás do uso da substância, que também tem sido vendida como a cura pra muitas doenças e transtornos, mas o fato é que ainda existem poucas pesquisas e os governos não ajudam tanto com o tema.
Veja a matéria abaixo e assine o nosso canal para ficar informado!

A matéria é um tanto tendenciosa (como toda matéria produzida por esse tipo de programa) mas mostra uma realidade que é de fato conhecida por quem acompanha o avanço do green rush. Enquanto o THC não é legalizado a palavra cannabis ou maconha continuará sendo estigmatizada, portanto quem está nesse mercado acaba criando outros produtos com outras substâncias para ganhar mercado, mesmo que sem a substância.

Categorias
Cinema e Televisão

Apresentadora da Globo responde a críticas após uma foto em plantação de maconha

Rio – Cris Dias, apresentadora do “Esporte Espetacular”, rebateu as críticas que recebeu por postar uma foto em que aparece em meio a uma plantação de maconha na Jamaica. Ela chegou a deletar a imagem, mas voltou a postá-la e falou sobre a polêmica. 

“Vocês julgam e condenam as pessoas dessa forma sempre? Fui atacada a ponto de ter que deletar a foto, tamanha a quantidade de ofensas que recebi. E pelo que mesmo? Por ter ido numa plantação? Plantação essa que, se bem utilizada, vira roupa, remédio e uma série de outros produtos. Procurem saber”, disse. 

Cris disse que gosta de viajar e conhecer novas culturas. “Quem corrompe a natureza é o ser humano. O preconceito e a ignorância está na mente de vocês. E triste mesmo é ser assim. A foto até desbotou”, escreveu a apresentadora, que postou a imagem em preto e branco.

View this post on Instagram

Visitei uma plantação de cannabis na Jamaica sim, onde a erva é usada para fins religiosos. Qual o problema? Gosto de viajar e conhecer os lugares e a cultura deles (nesse dia estava na região onde o rei do reggae, Robert Nesta Marley, nasceu, inclusive. Ele, que sempre falou de amor e paz em suas músicas). Vocês julgam e condenam as pessoas dessa forma sempre? Fui atacada a ponto de ter que deletar a foto, tamanha a quantidade de ofensas que recebi. E pelo que mesmo? Por ter ido numa plantação? Plantação essa que, se bem utilizada, vira roupa, remédio e uma série de outros produtos. Procurem saber. Quem corrompe a natureza é o ser humano. O preconceito e a ignorância estão na mente de vocês. E triste mesmo é ser assim. A foto até desbotou… #ficaadica ouçam mais Bob Marley, prestem atenção nas letras. Talvez vocês consigam ter o alcance do que estou falando. Feliz 2019! 🇯🇲

A post shared by Cris Dias (@crisdiass) on

A nova postagem dividiu os seguidores, já que saíram em defesa da jornalista enquanto outros a criticaram. “Péssimo exemplo para uma figura pública, e pior, ligada ao esporte”, falou um internauta. “Vergonhoso. Vc sabe quantas pessoas perderam suas vidas para o consumo e tráfico de drogas? Ridícula a sua publicação” , disse outro. “Bando de sem ter o que fazer, vindo comentar e ofender por causa da foto”, falou outro seguidor. “A ignorância ainda matará a humanidade”, afirmou mais um.

A jornalista Cris Dias embarcou para a Jamaica com Caio Paduan.  Ela mostrou momentos da viagem para seus seguidores no Instagram — um dos pontos turísticos que a apresentadora visitou foi a casa do cantor Bob Marley. Mas ela não imaginava tamanha repercussão.

Categorias
Cinema e Televisão

Os melhores filmes para ver chapado no Netflix #6

Aniquilação


Esse filme é bem brisado, uma bióloga (Natalie Portman) cola em uma expedição secreta com mais outras três mulheres em uma região sinistra isolada da civilização onde as leis da natureza não se aplicam. Lá, ela precisa lidar com um mistério que não se sabe exatamente o que é e ainda tem que tentar encontrar o marido.

Mogli

Criado por uma alcatéia em meio às florestas da Índia, Mogli (Rohan Chand) vive com os animais da selva e conta com a amizade do urso Baloo (Andy Serkis) e da pantera Bagheera (Christian Bale). Ele é aceito por todos os animais, exceto pelo temido tigre Shere Khan (Benedict Cumberbach). Quando Mogli se defronta com suas origens humanas, perigos maiores do que a rixa com Shere Khan podem surgir.

Onde está Segunda?

Em 2073 o aumento crescente da população faz com que os recursos naturais da Terra se tornem cada vez mais escassos, especialmente após a América do Sul tornar-se um imenso deserto. A saída é investir em alimentos geneticamente modificados, de forma a ampliar a produção em um espaço físico cada vez mais limitado. Entretanto, tal iniciativa gera como efeito colateral o nascimento cada vez maior de gêmeos, o que aumenta ainda mais o problema da superpopulação. Neste contexto, Nicolette Cayman (Glenn Close) surge com uma proposta drástica: cada casal pode ter apenas um filho, e os irmãos são confinados em ambiente criogênico para serem despertados quando a situação do planeta estiver sob controle. Todos os países adotam esta proposta, com a criação de uma agência implacável que fiscaliza os cidadãos através de pulseiras eletrônicas. Apesar de tamanha vigilância, Terrence Settman (Willem Dafoe) consegue salvar a vida de suas sete netas fazendo com que elas se revezem nos dias da semana, de forma que todas assumam o codinome Karen Settman – o mesmo nome de sua mãe, que faleceu no parto. Trinta anos depois, as sete irmãs seguem esta rígida rotina até que uma delas, Segunda (Noomi Rapace), misteriosamente não retorna para casa.

Tau

Julia (Maika Monroe), foi sequestrada e agora é mantida em cativeiro para um experimento fatal. Ela é uma prisioneira de TAU, uma inteligência artificial avançada desenvolvida por Alex (Ed Skrein), o sequestrador. TAU controla uma casa futurista e inteligente, aparentemente à prova de fuga. Julia vai ter que correr contra o tempo para não ter o mesmo fim que as outras cobaias.

A vida secreta dos Bichos


Max é um cãozinho que tem sua vida virada de cabeça para baixo quando seu dono traz para casa um vira-lata desleixado chamado Duke. Mas as desavenças terminam quando um coelho quer se vingar de todos os pets que tem dono.

 

Esquecemos algum? Deixe o seu comentário!

Categorias
Cinema e Televisão

Cauã Reymond apoia a legalização da legalização da maconha

Capa da revista Joyce Pascowitch deste mês, Cauã Reymond que posou de cueca para a publicação e falou um pouco sobre sua vida e de algumas opiniões que tem, sobretudo relacionado a maconha.

Em entrevista, o ator disse que a cannabis tem que ser liberada, apesar do país não estar preparado agora.

Quando questionado sobre a liberação da maconha, Cauã opinou. “Acho que tem que ser liberada, sim. Não sou um estudioso sobre o tema, mas tenho uns amigos que falam que é ótimo. Não sei se o Brasil está preparado agora. No futuro, faz sentido“.

Vale lembrar que o ator também faz parte das celebridades que já admitiu ter fumado maconha.


Categorias
Cinema e Televisão

Maconha de verdade? Bastidores de Legalize Já revelam segredos do filme

A banda mais icônica do ativisma nacional, o Planet Hemp, “Legalize Já” será lançado no último dia 18 de Outubro. Mas para quem tá ansioso e quer acompanhar alguns conteúdos exclusivos sobre o filme, separamos algumas matérias iradas para você leitor acompanhar.

Segundo a diretora de arte, Joana Mureb foi usado durante a filmagem Artemisia Vulgaris para gerar a mesma fumaça e por ser mais “suave” para fumar. Na continuação ela ainda afirma que foi “mandado” fazer, uns pedaços de maconha prensada para a filmagem. O conteúdo você confere abaixo.

O Canabista também contou com Gustavo Bonafé, um dos diretores do filme e com algumas curiosidades iradas sobre o filme. Aqui.

Categorias
Cinema e Televisão

Planet Hemp lança novo trailer do filme Legalize Já

Legalize Já –  O filme conta a história da parceria entre Skunk (Ícaro Silva); músico que sonha em ganhar a vida com seu talento; e Marcelo (Renato Góes), trabalhador com dificuldades para reconhecer seu potencial artístico, sem adotar o ‘D2’ ainda. Juntos, os amigos vão enfrentar muitas dificuldades para realizar seus sonhos.

Dirigido por Johnny Araújo e Gustavo Bonafé (Chocante), o roteiro de Felipe Braga ainda contou com participação assídua de Marcelo D2, Segundo o Adoro Cinema, canções como “Legalize Já”, “Mantenha o Respeito” e “Phunky Buddha” estão garantidas.

Exibido no Festival do Rio e na Mostra de São Paulo, Legalize Já chega aos cinemas brasileiros em 18 de outubro.

Categorias
Cinema e Televisão

Deadpool afirma que cigarro é sinônimo de morte e a maconha de celebração

Essa semana o Deadpool 2 foi lançado em em mídias digitais e novas informações do filme do mercenário começam a serem divulgadas, inclusive sobre o comentário do filme.

De acordo com o comentário em áudio dentro do filme, Ryan Reynolds e o diretor David Leitch divagam sobre uma das discussões inicias acerca da primeira cena do filme, onde o anti-herói se explode com um cigarro. De acordo com a dupla, o cigarro quase foi um baseado de maconha.

“Um cigarro eu acho que é bem mais ‘eu me odeio, eu quero morrer’. Um baseado é mais pro tipo ‘estamos celebrando… Logan finalmente está morto.’ As pessoas teriam interpretado a cena totalmente errado”, teoriza Reynolds.

Categorias
Cinema e Televisão

Youtube censura vários canais de conteúdo canábico da Espanha

O Youtube começou a caça aos canais canábicos da Espanha. Inclusive um dos principais produtores, Marihuana Television foi banido do Youtube sem maiores explicações. No ar desde 2008, o canal contava com aproximadamente meio milhão de visitas ao mês. Com vídeos informativos, cobertura de eventos, dicas de cultivo e reportagens diversas, o Marihuana Television utilizava o Youtube como uma de suas principais plataformas de comunicação.

Revoltados com a censura, os produtores do canal criticam a postura do youtube já que as “regras comunitárias” afirmam que a plataforma é destinada para “liberdade de expressão”.

“Quer dizer então que a comunidade canábica não merece desfrutar da liberdade de expressão?”, perguntam-se os idealizadores do canal.

Disposto a seguir com o excelente trabalho, o Marihuana Television agora aposta em plataformas mais independentes do que o Youtube. Além do website próprio, agora é possível acompanhar os conteúdos do canal através do Vimeo.

Outros canais censurados no Youtube
Clara Sativa, editora do canal, elaborou uma lista de outros canais sobre maconha, sementes etc igualmente censurados no Youtube. Veja a seguir:

  • Marihuana Television
  • Grow Barato
  • Lamarihuana UndergrowTv
  • DinafemSeeds
  • Buddha Seeds
  • Delicious Seeds
  • Pev Grow
  • UrbanRemo
  • Dutch Passion
  • Royal Queen Seeds
  • Humboldt Seeds Organization
  • Fast Buds
  • uptowngrowlab
  • Grow420guide
  • Lex Lounge
  • Brittany Smokes We.d
  • Baked Bunny
  • Leaferbag
  • Happydabber710
  • Fastbuds

Segundo Clara, ao que tudo indica o Youtube acirrou a censura aos canais sobre maconha no início do ano. “A censura a conteúdos sobre drogas, redução de danos e psicodélicos parece que iniciou em janeiro, com muitas contas de Youtubers que relatavam suas experiências sendo censuradas.”

No Brasil, o próprio canal do SmokeBud já foi removido, já o canal do psicólogo Bruno Logan, foi restrito a maiores de 18 anos e impedido de monetizar seus vídeos.

A pergunta que fica é: Até quando a hipocrisia vai imperar?