Cristovam Buarque (PDT-DF), relator da matéria na comissão, acha que os debates devem ser reiniciados logo. Segundo acordo de lideranças, Senador Paulo Paim do PT-RS, deverá presidir a CDH.

No ano passado, a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) realizou vários audiência públicas para discutir a utilização medicinal, industrial e recreativa da maconha. O tema é bastante polêmico, especialmente em relação ao uso da droga para lazer. O senador Cristovam Buarque (PDT-DF), relator da matéria na comissão, acha que os debates devem ser reiniciados tão logo a CDH seja instalada nesta nova legislatura.

Segundo acordo de lideranças, o Senador Paulo Paim do PT-RS, deverá presidir a CDH no biênio de 2015 e 2016, mas as indicações para as presidências das comissões ainda serão finalizadas.

Saiba os detalhes na reportagem de Nara Ferreira, da Rádio Senado.

Como já dito anteriormente, para o Senador Cristovam, o mais importante de tudo, e a conclusão mais clara, é de que o debate deve continuar e ser aprofundado até o ponto de produzir mecanismos legislativos adequados para que se apresentem a regulamentação para fins pessoais, medicinais e industrial, além de ressaltar que é um tema de significativa importância para a sociedade.

Clique aqui e conheça detalhadamente o que diz o relatório da #SUG8 apresentado pelo senador.

Aperte e leia também: #SUG8: Saiba o que é e como o debate sobre a maconha foi alavancado no Brasil

Foto de Capa: Hélio Pessoa