Senador Eduardo Suplicy acha legitima a proposta de regulação da maconha e diz que merece ser seriamente analisada

Suplicy, do PT-SP, explica a importância e como será o encaminhamento da proposta de “Ideia Legislativa”, que obteve mais de 20 mil apoiadores para a regulação dos usos recreativo, medicinal e industrial da maconha, para apreciação da Comissão de Direitos Humanos, presidida pela Senadora Ana Rita.

O senador informa que após passar pela Comissão de Direitos Humanos serão realizadas audiências públicas com pessoas que possam ponderar a respeito das vantagens de uma regulação da maconha, embasado no modelo Uruguaio e dos estados norte-americanos.

A proposta é legitima e merece ser seriamente analisada por especialistas, segundo Suplicy, “a maconha tem efeitos que não são benéficos para saúde e não recomendo, mas avalio que é possível pensar na descriminalização do uso da maconha ao mesmo tempo que se garanta a informação muito clara sobre o quão importante é prevenir a sua utilização e se esclarecerem inteiramente os efeitos de seu uso”.

Ouça a entrevista

Implantada no portal e-Cidadania do Senado no dia 30 de janeiro, com divulgação inicial (05/02) pelo SmokeBud e outros coletivos antiproibicionistas, a ideia legislativa proposta por André Kiepper para regular o uso recreativo, medicinal e industrial da maconha foi apoiada por mais de 20 mil internautas. Pelas regras do portal senado.leg.br/ecidadania, esse é o número mínimo necessário para que uma iniciativa seja encaminhada para a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado. Caberá à CDH decidir se a proposta vai ser transformada num projeto de lei e passar a tramitar no Senado.

Os senadores da comissão estão divididos em relação à proposta de regulação do uso da maconha. Paulo Davim, do PV do Rio Grande do Norte, é médico psiquiatra e na tentativa de contato do SmokeBud com o Senador, a sua chefe de gabinete, a Sª. Claudia ([email protected]), apenas informou que “o Senador é completamente contra, que ele fecha com a psiquiatria”.