Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Depois da recente publicação no “The New York Times”, explanando 17 anos de experiência de maconha medicinal legal na Califórnia, o desenvolvedor do “Catraca Livre”, Gilberto Dimenstein* fez uma importante observação na sua coluna, na Folha de S.Paulo, os jovens californianos estão trocando uma substância nociva que é o álcool por algo mais “natural” a erva, confira:

Em meio aos debates mundiais sobre legalização da maconha –intensificado aqui por causa do Uruguai– há um constante alerta: essa flexibilidade vai levar ao consumo de drogas mais pesadas. Será mesmo?

Vou logo dizendo que não uso drogas e vejo efeitos perniciosos na maconha, longe de ser algo sem efeitos danos. Sou radicalmente contra qualquer glamourização de substâncias psicoativas.

Leia também:  #SUG8: Debatedores divergem sobre punição a usuários de maconha

Neste final de semana, li reportagem do “The New York Times” mostrando que essa visão de que a maconha é porta de entrada para drogas mais pesadas pode ser um mito.

O jornal faz relato dos efeitos dos 17 anos de flexibilização da maconha na Califórnia. Um estudo preste a ser divulgado mostra uma tendência inesperada entre jovens: na Califórnia, eles reduziram o consumo do álcool.

E não houve aumento de drogas mais pesadas. Talvez esses dados ajudem a fazer o debate mais sereno.

Dados mostram inequivocamente que o álcool é um problema mais sério para a saúde pública do que a maconha, associado a violência e acidentes.

Leia também:  Os Atletas de Jah

Portanto, se os dados do “The New York Times” estiverem certos, a legalização maconha, como no Uruguai, ajudaria a deixar as cidades menos inseguras.

*Gilberto Dimenstein ganhou os principais prêmios destinados a jornalistas e escritores. Integra uma incubadora de projetos de Harvard (Advanced Leadership Initiative). Desenvolve o Catraca Livre, eleito o melhor blog de cidadania em língua portuguesa pela Deutsche Welle. É morador da Vila Madalena.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

2 COMENTÁRIOS DESBARATINADO

  1. Vejamos, este é um estudo que realmente faz sentido. Quando eu não fumava maconha, minhas noites eram regadas a álcool; bebia todos os dias, um vinho, uma cerveja, uma vodka e outros.
    Já hoje não bebo com tanta frequencia, pois aprendi a apreciar a bebida e não beber para embriagar.

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here