Em sua entrevista coletiva nesta segunda-feira, dia que abriu a semana que antecede o Super Bowl XLVIII, em Nova Jersey, o técnico do Seattle Seahawks, que enfrenta o Denver Broncos na final da NFL, deu seu pitaco sobre uma das principais polêmicas envolvendo algo em comum entre as cidades dos representantes da decisão.

Segundo Pete Carroll, a NFL deveria considerar o uso medicinal da maconha. “Eu diria que devemos explorar e achar formas de tornar nosso jogo melhor e cuidar dos nossos jogadores de qualquer forma possível. Independente dos paradigmas que podem estar envolvidos, nós temos que fazer isso porque o mundo da medicina está fazendo”, disse Carroll.

O estado de Washington e do Colorado, onde ficam Seattle e Denver respectivamente, são os dois únicos dos Estados Unidos a terem o uso recreativo da maconha legalizado. Na última semana, o comissário da NFL, Roger Goodell disse que a Liga “seguirá a medicina. Se ela determinar que há um uso propício (da maconha), iremos considerar”.

Atualmente, os cornerbacks Brandon Browners e Walter Thurmond, dos Seahawks, estão suspensos por terem violado a política anti-drogas da NFL.

Via Espn