O país já tem diversos estados onde a ganja é legalizada e, segundo a Forbes, o valor de cada “onça” varia muito entre cada um deles. No Oregon, por exemplo, você pode fumar quase 2x mais do que na Dakota do Norte gastando a mesma coisa. E a tendência mostra: legalizando, a erva fica mais barata.

O berço do proibicionismo está cada vez mais verde! Prova disso é o número de estados dos EUA onde a maconha é liberada. Mas o que chama a atenção nesta história toda é que, mesmo regulamentada, o preço que se paga em cada território do país em uma onça (o equivalente a 28 gramas da erva) varia – muitas vezes, em diferenças que chegam a até US$ 200. E parece que o Oregon é o local que faria os maconheiros mais felizes, já que os preços são os mais baixos do país inteiro.

Lá, a média que se paga por estas 28g é US$ 204. Colocando na ponta do beck e do lápis, no Oregon você pode fumar quase 2 vezes mais que na Dakota do Norte – onde o custo média para fazer a cabeça é de US$ 387 – com a mesma quantia de dinheiro no bolso. Oregon, aí vamos nós!

Os dois estados são ótimos para essa comparação, pois são os dois extremos da balança: O Oregon permite o uso recreativo da maconha e a Dakota do Norte, não. Assim, figuram nas duas pontas da lista (segundo os cálculos dos potheads da Price of Weed,o preço médio por onça dos Estados Unidos é de US$ 324).

Ou seja, nos estados onde o uso recreativo da maconha é permitido, o preço da onça é bem mais barato do que nos locais onde há apenas o comércio ilegal da erva – o que também pode comprometer a qualidade do que se fuma. Além de garantir por lei o direito ao bom e velho basedo, a legalização ainda barateou o custo final para o maconheiro.

Forbes Preço Maconha
Colocando na ponta do beck e do lápis, no Oregon você pode fumar quase 2 vezes mais que na Dakota do Norte – onde o custo média para fazer a cabeça é de US$ 387

No Colorado, por exemplo, que já é legalize há um tempo, a onça da maconha custa em média US$ 243. Já em um dos mais recentes estados a dar a benção aos maconheiros, Washington registra uma média de US$ 232. Já na Pensilvânia e na Dakota do Sul, onde o uso ainda é proibido, o preço sobe para US$ 360.

Já sabe para onde ir quando for visitar o país…