O Estado de Washington arrecadou mais de US$ 70 milhões em impostos durante seu primeiro ano de legalização. Rendimento agora pode ser investido em escolas, saúde e reparação de estradas, ao invés de ir direto para os bolsos dos traficantes. As informações são do Brasil Post

O Estado de Washington – que é onde fica a cidade de Seattle e não tem nada a ver com com Washington D.C., a capital americana – conseguiu levantar US$ 70 milhões (R$ 219,47 milhões) em impostos no primeiro ano de legalização. O resultado é praticamente o dobro das previsões governamentais de US$ 36 milhões (R$ 112,87 milhões) em impostos no período.

Assim como no Colorado, Washington também liberou o consumo recreativo da droga. O Washington State Liquor Control Board, órgão responsável por fiscalizar a indústria da maconha, afirma que as vendas nas lojas especializadas bateram os US$ 257 milhões (R$ 805,77 milhões).

“Embora não seja dinheiro suficiente para cuidar de um estado inteiro, esses dólares agora podem ser gastos em coisas como escolas, saúde e reparação de estradas, em vez de ir direto para os bolsos dos traficantes que controlavam o mercado de maconha antes da legalização”, afirmou Tom Angell, presidente do Marijuana Majority, grupo de intelectuais, artistas e empresários favoráveis à legalização. “E este é apenas o primeiro ano (de legalização). É de se esperar por mais receitas geradas e mais postos de trabalho criados nos próximos anos”.

Além de Washington, Colorado, Oregon e Alasca – além do Distrito de Columbia – já legalizaram a maconha para fins recreativos. A nova lei entrou em vigor na semana passada em Oregon. No Alaska, a legalização entrou vigor em fevereiro. Mas em nenhum dos dois estados tiveram lojas abertas até o momento. A expectativa é de que isso aconteça somente em 2016.

Embora não seja dinheiro suficiente para cuidar de um estado inteiro, esses dólares agora podem ser gastos em coisas como escolas, saúde e reparação de estradas, em vez de ir direto para os bolsos dos traficantes que controlavam o mercado de maconha antes da legalização – Tom Angell, presidente do Marijuana Majority

A maconha legal é a indústria que mais cresce nos Estados Unidos. Se a tendência para a legalização se espalhar finalmente para todos os 50 estados americanos, projeções apontam que a maconha poderia tornar-se maior do que a indústria de alimentos orgânicos do país.

  • Eduardo Moreira

    Os Estados Unidos estão agora corrigindo um erro histórico mas infelizmente repreeendem outros que tentam por puro orgulho.