Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Cannabis Sativa. Popularmente conhecida como Maconha, é uma planta que gera sempre polêmicas e preconceitos. Mas, desde a década de 60, pesquisadores brasileiros e americanos permitiram avanços científicos que apontaram substâncias da erva como fortes aliadas no tratamento medicinal de várias doenças e estão mudando essa realidade. No Brasil, em 2016, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), permitiu tratamentos com substâncias psicotrópicas como os Canabinoides.

Partindo disso, a Universidade Federal do Piauí (UFPI), junto a Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e Secretaria de Saúde do Estado do Piauí (SESAPI), somam esforços para avanços em pesquisas de medicamentos do Canabidiol, uma das substancias encontrada na planta. Na ultima quinta-feira (09), aconteceu o I Simpósio Sobre Uso Medicinal dos Canabinoides promovido pelo Governo do Estado do Piauí em parceria com a UFPI, UESPI e SESAPI.

Na oportunidade foram assinados convênios com o proposito de cooperação para o desenvolvimento dos canabinoides, que dependendo dos resultados dos estudos poderão orientar futuramente a implantação de um centro de pesquisa, inovação e divulgação da substancia no Piauí.


Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes, Reitor da UFPI assinando o convênio

O Reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes, garantiu apoio a toda equipe envolvida e disponibilidade da infraestrutura da UFPI para a realização da pesquisa para os avanços do uso medicinal do canabidiol. “A Universidade tem o papel de contribuir para o desenvolvimento de nossa região e a UFPI tem cumprido esse papel com destaque. Com respeito à pesquisa do Canabidiol, poderemos colaborar no controle de qualidade com nossos laboratórios de Química e da Farmácia Escola além de realizamos diversas pesquisas para o seu desenvolvimento e uso”, disse.


Prof. Dr. Nouga Cardoso durante simpósio sobre o Canabidiol

O Reitor da UESPI, Prof. Dr. Nouga Cardoso, agradeceu ao corpo de pesquisadores da UESPI que contribuíram para o amadurecimento da ideia de trabalhar com o Canabidiol e disse que “o Simpósio propôs o primeiro passo para o esclarecimento de medicamentos a base de Canabidiol e dessa forma estimular o desenvolvimento de pesquisas multiprofissionais no Piauí”, afirmou.


O Governador do Piauí, Wellington Dias (PT) relatou a sua experiência e as dificuldades de conseguir fazer o uso medicinal da substancia com sua filha e garantiu que “faremos todo o esforço para garantir os avanços na pesquisa e a difusão de debates para aspectos legais do uso medicinal dessa substância e de outras no país”.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

pessoas


Curte nossa nova página no Facebook

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here