Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O governo do Uruguai decidiu adiar por pelo menos dez dias a regulamentação sobre a compra, venda e cultivo da maconha, que deveria estar pronta no próximo dia 10, informaram nesta terça-feira fontes oficiais. As informações são via EFE.

A regulamentação da lei “é complexa” pois representa “criar um tecido de trinta normas”, e os técnicos “estão trabalhando com muito cuidado para conseguir a melhor possível”, afirmou à Agência Efe o secretário da Junta Nacional de Drogas (JND) Julio Calzada.

O funcionário disse que a regulamentação estará pronta “certamente” para depois de 20 de abril.

A lei foi aprovada no dia 10 de dezembro no parlamento unicamente com os votos da coalizão de esquerda governista Frente Ampla, que tem maioria nas duas câmaras, e a JND tem um prazo de quatro meses para sua regulamentação, que agora será estendido.

O presidente da JND participou hoje da abertura do “Fórum Internacional Atualização sobre os Usos Médicos e Terapêuticos da Cannabis”, realizado em Montevidéu com a participação de especialistas de vários países.

O diálogo entre as autoridades do Estado e os acadêmicos “é muito importante para sincronizar as políticas públicas e a realidade social”, acrescentou Calzada.

A nova lei, promovida pelo presidente do Uruguai, José Mujica, gerou polêmica dentro e fora do país por estabelecer taxativamente o “controle e a regulação por parte do Estado da importação, exportação, plantação, cultivo, colheita, produção, aquisição, armazenamento, comercialização, distribuição e consumo da maconha e seus derivados”.

Mujica declarou em várias oportunidades que busca uma “alternativa” para a luta contra o narcotráfico, que pela via da repressão, segundo ele, é uma “batalha perdida no mundo todo e há muito tempo”.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Escreva seu comentário

pessoas


Curte nossa nova página no Facebook

DESCONSTRUA

Please enter your comment!
Please enter your name here