Você está lendo

Uruguai regulará maconha medicinal e investidores tem interesse na exportação

Com um decreto específico para a maconha medicinal, que será apresentado em breve, Uruguai atrai investidores que querem direcionar a erva para programas medicinais estatais fora do país. As informações são da Reuters

O governo do Uruguai emitirá na metade do ano um decreto específico que regulamentará o uso medicinal da maconha para promover o desenvolvimento do setor e os investimentos no país, anunciou nesta quinta-feira um funcionário.

As autoridades se preparam para publicar nos próximos dias a regulamentação da produção de maconha com finalidade recreativa, após a aprovação de uma lei em dezembro pelo Parlamento.

“Estamos elaborando um decreto específico, diferente do geral, para a maconha medicinal”, disse a jornalistas o presidente da Junta Nacional de Drogas, Diego Cánepa. “Isso abre a oportunidade para uma grande indústria no Uruguai”, acrescentou.

Leia também:  No Uruguai pacientes terminais poderão ser tratados com maconha

Desde que o país anunciou a iniciativa de regulamentar o comércio de maconha, formalizando seu cultivo, recebeu várias consultas de investidores para se instalarem com a finalidade de produzir maconha e direcioná-la a programas medicinais estatais estrangeiros.

No Canadá, por exemplo, cerca de 37.000 pessoas estão autorizadas a consumir maconha com fins medicinais e essa cifra deverá subir para 434.000 em 2024, de acordo com projeções oficiais.

Israel é outro país que tem programas estatais de abastecimento de maconha medicinal a pacientes terminais.

Os uruguaios registrados em uma lista confidencial ficarão habilitados a adquirir até 40 gramas mensais de maconha nas farmácias ou poderão cultivar para consumo próprio até seis plantas de maconha em suas moradias.

Leia também:  Um ano de maconha legalizada gerou R$219 milhões em impostos para Estado dos EUA

Ficarão autorizados também clubes específicos com entre 15 e 45 integrantes com um máximo de 99 plantas.

O Estado outorgará licenças a particulares que poderão cultivar maconha em prédios militares, onde haverá custódia perimetral por parte das Forças Armadas.

Pontinha

SmokeBud é a sua referência sobre maconha no Brasil e no mundo. Aperte e fique por dentro do que acontece no Mundo da Maconha. http://www.smkbd.com
medico maconha

Comente

Escreva seu comentário