Depois que o Silk Road, maior site anônimo de venda de drogas, foi fechado na semana passada, o FBI apreendeu cerca de 26 mil Bitcoins – eles valem R$ 7 milhões. Nem todo mundo gostou disso, e usuários do Bitcoin encontraram uma forma de se manifestar contra o fechamento do site.

O Bitcoin é uma moeda virtual com algumas peculiaridades. Uma delas é que você pode enviar comentários junto aos seus pagamentos (“valeu pelo produto”, por exemplo). E outra é que os bitcoins ficam em uma carteira virtual pública, que nem mesmo o FBI pode esconder.

Várias pessoas encontraram a carteira de Bitcoins apreendidos pelo FBI. Então, elas depositaram pequenos valores – estamos falando de 0,00000001 BTC aqui – para deixar comentários sobre o fim do Silk Road, e sobre a perseguição contra as drogas em geral.

Como diz o ZDNet, agora temos “três páginas de sarcasmo, raiva, rebeldia, trolladas e críticas políticas” na seção de anotações públicas da carteira do FBI. E os comentários realmente cobrem todo um espectro de opiniões:

  • um diz: “Por que colocamos pessoas viciadas em drogas na cadeia? Elas estão doentes, elas não são criminosas. Pessoas doentes não são curadas na prisão. Entendeu? Não faz sentido.”
  • outro acrescenta: “Maconha: uma droga que mata… ninguém – e vamos colocar isso em um período de tempo – nunca. E é ilegal.”
  • vários comentaristas repetem: “Você não pode prender uma ideia.”
  • e também há isto, uma homenagem ao seriado Breaking Bad (e ao monstro/mito Heisenberg): “Com quem você está falando agora? Não, você claramente não sabe com quem está falando, então deixe-me dar uma dica. Eu não estou em perigo. Eu sou o perigo. Um cara abre a porta e leva um tiro, e você acha que eu sou ele? Não. Eu sou quem bate à porta!”
  • e isto: “O tirano morre e seu reinado termina, o mártir morre e seu reinado começa.”

E assim por diante. Os comentaristas também estão irritados porque, segundo a Forbes, os 26 mil Bitcoins apreendidos estavam em contas do Silk Road. Ou seja, eles pertenciam aos usuários do site, não a Ross Ulbricht, fundador do site. Ele foi preso na semana passada, e acredita-se que ele tinha 600.000 Bitcoins, equivalente a R$ 164 milhões.

Enquanto isso, a carteira pública apreendida pelo FBI já acumula seis páginas de comentários. Abra o coração, internet. Não se reprima.

Via Giz Modo