Você está lendo

Vázquez é eleito e Lei da Maconha segue ativa no Uruguai

Candidato eleito (30) imediatamente pediu à oposição para se juntar a ele em um “grande encontro nacional”, para lidar com as principais questões de segurança pública, saúde e educação no país. Regulamentação da erva continua.

Candidato Tabaré Vázquez, venceu as eleições presidenciais no Uruguai, neste domingo, retornando ao poder depois de quatro anos longe do cargo. Com isso, pautas como a união homoafetiva e a regulamentação da maconha continuam sendo discutidas no país. As informações são do The Huffington Post, via Terra.

Segundo a publicação, o rival de Vázquez nessas eleições, o candidato de centro-direita Luis Lacalle Pou, tinha prometido rever e derrubar “muitos artigos” da Lei da Maconha, que planejava a estatização da droga.

Leia também:  Pai afirma que filho epiléptico é ajudado pela Maconha

Eleito, Vázquez imediatamente pediu à oposição para se juntar a ele em um “grande encontro nacional”, para lidar com as principais questões de segurança pública, saúde e educação no país.

Dessa vez, ao contrário do que aconteceu no primeiro mandato de Vázquez – entre 2005 e 2010 -, o candidato será um presidente “da continuidade” e não “da mudança”. Portanto, os principais projetos de Mujica devem seguir sendo aplicados.

Pela lei em vigor no Uruguai, Mujica foi proibido de concorrer a um segundo mandato.

medico maconha

Comente

Escreva seu comentário