O que habitualmente a mídia tradicional curte omitir a ” Tia “, do Blog Maryjuana, explana com gosto!

Varais com folhas de maconha e faixas pedindo pela legalização chamaram a atenção de quem passava pelas ruas de Florianópolis – ou Flowernópolis, como costumo chamar – na tarde de hoje. A capital catarinense foi uma das quatro cidades que sediaram o ato unificado pelo fim da guerra às drogas.

Organizado pelo Instituto da Cannabis (InCa), com o apoio deste que vos fala – blog Maryjuana, o evento intitulado #megovernamujica envolveu ainda panfletagem e troca de informações em pontos estratégicos do centro da Ilha, a exemplo da Assembléia Legislativa e do Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Dali, a galera seguiu até a Praça XV, mais precisamente em frente à Catedral Metropolitana de Florianópolis, onde mais uma vez as faixas e varais com folhas de maconha atraíram a atenção dos pedestres e motoristas.

Entre risos e olhares de curiosidade, a reação do público foi coerente com a permissividade que já rola em Floripa quando o assunto é maconha. Sem medo de errar, diria que mais de 50% da galera abordada era completamente a favor da causa; uns 15-20% eram leigos e , o restante, proibicionistas assumidos.

Como não podia deixar de ser, quase levamos uma surra de Bíblia de um grupo de evangélicos abordado na portaria do Tribunal de Justiça. Um dos membros do InCa, inclusive, deve estar se benzendo até agora pra rebater a quantidade de pragas que a tiazinha evangélica jogou nele, rs. Quando tentei argumentar que a maconha era uma planta e, portanto, criada por Deus, a reação do Fulaninho Pastor foi enfática: “só se foi criada pelo SEU Deus, não pelo MEU” – ele se diz cristão, mas admite a existência de vários deuses? Confuso…

Confira mais fotos no Blog Maryjuana