Após conquistarem a descriminalização da erva, os moradores da capital dos EUA, vão decidir em novembro se legalizam o consumo da maconha, como já fizeram os Estados de Colorado e Washington. Se aprovada, pessoas com mais de 21 anos poderão possuir até 50 gramas da erva. As informações são da AFP.

Os moradores de Washington DC decidirão em novembro se legalizam o consumo da maconha, como já fizeram os Estados de Colorado e Washington.

O referendo foi aprovado nesta quarta-feira pela autoridade que organiza as eleições, o Board of Elections.

Os partidários da legalização da maconha obtiveram 57 mil assinaturas, mais que o dobro do necessário, e o tema será incluído nas eleições legislativas de 4 de novembro próximo.

Se for adotada, a proposta permitirá às pessoas com mais de 21 anos a posse de cerca de 50 gramas de maconha, e a entrega (mas não a venda) de até 25 gramas para outros adultos, além do cultivo de três pés de maconha em casa.

A maconha já está liberada nos Estados de Colorado e Washington, que este ano foram os primeiros a legalizar sua venda e posse em pequenas quantidades.

Outros 23 dos 50 estados americanos permitem a venda da maconha para fins terapêuticos.

Desde julho, Washington DC descriminalizou a posse de maconha e a converteu em um delito menor.